Quer colocar um pouco de cor nas suas fotografias sem gastar muito tempo? Um novo software consegue acertar com precisão impressionante como seria uma versão colorida de uma foto preto e branco.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley desenvolveram um novo sistema de visão computacional que pega uma imagem em escala cinza e adiciona cor de forma convincente a seres humanos. Essa descrição é importante: ele não necessariamente escolhe as cores certas, e sim uma que pareça plausível.

Isso não impede o sistema de funcionar bem. Ele usa o que é conhecido como rede neural convolutiva para fazer seu truque, tendo sido treinado a partir de uma coleção de mais de um milhão de imagens coloridas.

Ao processar todas essas informações, ele aprendeu como coisas em diferentes fotos coloridas tendem a ser com cores. Assim, quando o software olha para uma imagem nova, ele identifica essas coisas e tenta adivinhar qual cor elas devem ter, com base no que ele viu no passado.

O software é completamente automatizado, então tudo o que o usuário precisa fazer é fornecer uma imagem em preto e branco para que ele tente colorir. Os resultados são impressionantes. Abaixo, ele aplicou cores a imagens de Ansel Adams:

ai-cores-2

E em algumas de Henri Cartier-Bresson:

ai-cores-3

Claramente funciona, mas quão bem? Para testar, a equipe selecionou fotos coloridas, transformou elas em preto e branco, e então ofereceu ao software para ele colorir. Eles mostraram tanto a imagem original quanto a processada para voluntários sem identificá-las, e perguntou para eles quais eles achavam que era a inicial e a final. O software conseguiu enganar os participantes 20% das vezes – um nível muito mais alto do que o atingido por outros estudos parecidos.

Mas nem tudo funciona bem. Abaixo temos dois exemplos de falhas bem feias, uma com uniformes militares e outra com garrafas de água.

e0o6b2mrrrm4asqybro0 ziglhuqyqamtnec3fabf

Mas criticar sistemas desse jeito com base nesses exemplos é injusto. Com tantas possibilidades de cores possíveis para as imagens, o melhor que podemos esperar é que ele forneça resultados convincentes – e, no geral, parece estar indo na direção certa.

Você pode baixar e testar o software por conta própria. Quem sabe um dia a ferramenta seja incorporada ao Photoshop.

[Colorful Image Colorization via PetaPixel]