A escassez de chip no mundo inteiro é uma realidade e para resolver esse problema nós deveremos ver uma parceria, um tanto quanto inusitada nos próximos anos. Como relata a Reuters, a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) estaria considerando se juntar à Sony para produzir para criação de uma fábrica de semicondutores na província de Kumamoto, Japão.

A ideia é atender as necessidades de automóveis, sensores de imagem de câmera e outros produtos que foram atingidos pela escassez global. Segundo os informantes, a fábrica deve iniciar as operações em 2024.

De acordo com a publicação, a TSMC teria o controle majoritário, mas a planta operaria em um terreno da Sony próximo à fábrica de sensores de imagem da empresa. O governo japonês supostamente cobriria até metade do investimento de sete bilhões de dólares. 

Alguns analistas esperam que a escassez mundial de chips dure até 2023, sem levar em consideração que o consumo pode aumentar até lá. Isso viria em ótimo momento para o Japão, a Sony e a TSMC que não teriam que se preocupar com a batalha travada pela China e pelos Estados Unidos que estão investindo pesado em chips. 

Assine a newsletter do Gizmodo

Isso tudo ainda não foi confirmado, já que a Sony e a TSMC não quiseram se pronunciar sobre o assunto. Mas ainda assim, seria um passo gigantesco para a corrida pelos chips.

 

[Reuters