Apresentado mês passado durante a IFA, na Alemanha, o novo Sony Xperia XZ1 chega ao mercado brasileiro na segunda quinzena de outubro, nas cores azul, preto e rosa e com o preço sugerido de R$ 3.799. Ele será o primeiro aparelho a ser lançado no país com o novo sistema operacional Android 8.0 Oreo. A versão mais compacta do aparelho, o XZ1 Compact, não tem previsão de lançamento no Brasil.

>> O Gizmodo agora tem um plugin de descontos! Hora de instalar (e economizar)

Topo de linha da nova leva de aparelhos da Sony, o Xperia XZ1 possui processador Snapdragon 835, 4 GB de RAM, bateria de 2.700 mAh, alto-falante estéreo frontal, suporte a cartão microSD, leitor de impressões digitais e resistência à água e poeira com certificação IP68.  A Sony manteve o design padrão no novo apareho, mudando apenas sua construção, que agora é feita com fibra de vidro em vez de vidro tradicional.

O destaque, no entanto, se mantêm na câmera: com tecnologia Motion Eye, uma lente grande angular de 8 megapixels na câmera frontal, 19 megapixels na câmera traseira e a tecnologia Captura Preditiva, que tira fotos alguns segundos antes de você realmente apertar o botão do obturador, para garantir a melhor cena. O aparelho também grava vídeos em super slow motion de 960 quadros por segundo, em resolução 720p.

A companhia destacou também o software da câmera, que possui um algoritmo da própria Sony para capturar objetos e pessoas em três dimensões. A partir da leitura 3D, você pode fazer uma impressão 3D ou criar adesivos virtuais ou avatares para brincar com opções de realidade aumentada. A proposta de ter uma espécie de escaner 3D no celular parece interessante, mas pensando em um uso prático a maior serventia é zoar com algum amigo, colocando o rosto dele em uma dançarina de cancan ou em um dinossauro virtual – aquela brincadeira que tem graça na primeira semana, e só.