A Sony está em dificuldades, e cogita oficialmente vender sua divisão de smartphones. Para seu mais novo top de linha, ela resolveu não arriscar muito: o Xperia Z4 traz melhorias modestas nas especificações e um design idêntico ao seu antecessor, anunciado há sete meses.

>>> Xperia Z4 Tablet: fino, elegante e com aspirações de laptop

Ele possui tela Full-HD de 5,2 polegadas, 3 GB de RAM e 32/64 GB de armazenamento com suporte a microSD. Temos aqui um processador Snapdragon 810 de oito núcleos e com suporte a 64 bits.

A câmera mantém seus 20,7 megapixels, sensor 1/2,3”, flash LED e gravação de vídeo em 4K. Ela ganhou alguns truques no software: por exemplo, o “modo comida” tira fotos melhores de sua refeição. A câmera frontal, por sua vez, melhorou um pouco: são 5,1 megapixels para selfies mais nítidas.

O Z4 tem bordas de metal, cobertas com uma resina para não descascar nem perder a cor. Ele também é à prova d’água e poeira, e assim como o Z4 Tablet, ele não têm aquela tampinha irritante para cobrir a porta microUSB, o que é ótimo.

Sony Xperia Z4 - cores

Ele é mais fino que seu antecessor – são 6,9 mm de espessura (contra 7,3 mm no Z3) – mas a bateria não-removível também é ligeiramente menor, com 2.930 mAh. Ele tem 144 g.

O Xperia Z4 roda Android 5.0 direto da caixa; o Z3 vem recebendo a atualização para o Lollipop desde fins de março.

Ou seja, as diferenças são poucas entre eles: a tela é a mesma, o design é o mesmo, o software é basicamente o mesmo, e ambos têm suporte a áudio de alta resolução – que promete qualidade de som melhor que CD, mas não faz tanta diferença no mundo real.

Por enquanto, o Xperia Z4 será lançado apenas no Japão, em algum momento do terceiro trimestre. Ele será exibido ao público a partir de 22 de abril, no Sony Building em Tóquio. A empresa ainda não mencionou nenhuma versão Compact do Z4 (o Z3 Compact é ótimo).

No Brasil, o Xperia Z3 foi lançado em outubro pelo salgado preço de R$ 2.699. Será que o Z4 romperá a barreira dos R$ 3.000? [Sony]