O Spotify está fazendo uma limpa no serviço e banindo assinantes que utilizam aplicativos “não autorizados” para aproveitar as funcionalidades do modo Premium sem pagar nada.

O pessoal do TorrentFreak noticiou em primeira mão que alguns usuários do Spotify estão recebendo um email parecido com esse, sobre “atividades anormais”:

Screenshot: TorrentFreak. Veja tradução abaixo.

Não está claro quais aplicativos são alvo do serviço, mas o TorrentFreak aponta que existem diversas versões do Spotify que habilitam usuários da versão gratuita a contornar certas limitações, como a reprodução apenas no modo aleatório ou o limite no número de faixas que se pode pular.

Um dia depois da companhia anunciar a abertura de capital, foi enviado ao GitHub um pedido de remoção de uma versão modificada do app do Spotify, chamada “Dogfood”. O aviso também pedia a remoção de diversos projetos que surgiram a partir do código do Dogfood.

Alguns usuários que receberam o email do Spotify disseram ao TorrentFreak que ainda conseguiam usar suas contas para ouvir música por meio do aplicativo modificado, enquanto outros afirmaram que, de fato, ficaram impossibilitados de logar no app.

O email do Spotify tem uma linguagem amigável, mas se você o recebeu e ainda consegue utilizar o serviço, talvez seja melhor pensar duas vezes antes de continuar tentando burlar os termos de serviço. Sua conta poderá ser encerrada em definitivo.

O Gizmodo entrou em contato com o Spotify para esclarecer se o email significa que as contas são desativadas até que os usuários façam login no aplicativo autêntico ou se a empresa está avisando que desativou o aplicativo modificado em si. Um porta-voz respondeu que “os usuários em questão estão acessando o Spotify por meio de um aplicativo não autorizado, então desativamos o acesso por meio de tais apps”.

O pedido de abertura de capital do Spotify na semana passada nos deu números mais precisos do que nunca. A companhia teve 71 milhões de assinantes pagos e 159 milhões de ouvintes ativos em dezembro de 2017.

Apesar de a empresa dizer que ainda acredita que um “serviço apoiado por anúncios é um produto autônomo forte e viável com oportunidades consideráveis de longo prazo para o crescimento”, eles reconhecem que o negócio de streaming gratuito funciona como “um funil” que impulsiona “mais de 60% das assinaturas brutas totais para o modelo Premium”.

Eu utilizei o serviço gratuito por anos e posso dizer que as restrições irritantes que o Spotify colocou na versão para celulares foram o suficiente para me convencer a pagar. Se você estiver usando esses aplicativos alternativos e não quer perder as playlists cuidadosamente montadas até agora, é melhor colocar a mão no bolso.

Tradução livre do email liberado pelo TorrentFreak:

Prezado usuário,

Detectamos uma atividade anormal no aplicativo que você está usando, então o desativamos. Não se preocupe – sua conta Spotify está segura.

Para acessar sua conta Spotify, simplesmente desinstale quaisquer versões não autorizadas ou modificadas do Spotify e instale a versão oficial da Google Play Store. Se você precisar de mais ajuda, por favor veja o nosso artigo sobre reinstalar o Spotify.

Se detectarmos o uso constante de aplicativos não autorizados e violação dos nossos termos, reservamos todos os direitos, incluindo a suspensão ou encerramento de sua conta.

Obrigado por ser um usuário do Spotify.

[TorrentFreak]

Ilustração: Gizmodo / Spotify