Os ouvintes mais assíduos de podcast sabem muito bem como funcionam as inserções de conteúdo publicitário no Spotify. Um rápido clipe de áudio aparece antes, durante ou depois do episódio para falar sobre um produto ou serviço. Alguns deles é possível pular ou passar rapidamente. No entanto, não será mais tão fácil fazer isso no Spotify.

A gigante do streaming revelou seus novos “cartões de call-to-action” para anúncios em podcast na última quinta-feira (7). O conceito é bastante simples. Quando um anúncio começa a ser reproduzido no podcast, um pequeno cartão aparecerá na parte inferior com botões clicáveis, ​​que permitem que os usuários saibam mais sobre a marca, produto ou serviço mencionado no anúncio — ou façam uma compra diretamente do site do anunciante. Os usuários gratuitos e pagos verão os cartões, que já estão disponíveis.

O Spotify disse ao Gizmodo US na quinta-feira que os cartões de call-to-action em anúncios estarão disponíveis em seus aplicativos para desktop, celular e tablet, mas não em navegadores da web.

Alguns de vocês podem estar se perguntando: “O que acontecerá com os cartões se o aplicativo estiver sendo executado em segundo plano enquanto meu telefone está bloqueado ou quando estou fazendo outra coisa no meu dispositivo?” Não se preocupe, o Spotify nem sonharia em deixá-lo de fora, principalmente porque fazer alguma coisa enquanto ouve um podcast, é muito comum.

Na verdade, é por isso que lembrar um código promocional, nome de produto ou link mencionado em um anúncio de podcast pode ser complicado, afirma o Spotify.

Conforme explicado pela empresa, os cartões call-to-action aparecem novamente para os usuários que os ouviram enquanto exploravam o aplicativo, para torná-los mais fáceis de lembrar e interagir com o anúncio que ouviram. Por exemplo, os cartões aparecerão quando você verificar um episódio específico de podcast ou visitar a página do programa no aplicativo.

De acordo com o Spotify, seus cartões de anúncios com frases de chamariz mostraram resultados positivos em testes recentes, dobrando as visitas ao site em comparação com os anúncios de podcast não clicáveis.