Se você já fez uma viagem com alguém com um gosto musical totalmente diferente do seu, deixar a pessoa tomar conta do rádio é um grande teste de amizade. Se vocês conseguirem descobrir como achar um meio-termo entre o Fundo de Quintal e o Slipknot, vocês podem ser padrinhos um dos filhos do outro. O Spotify decidiu que seria ótimo para trazer essa experiência para fora do carro com seu novo recurso Group Sessions. Atualmente, o recurso está na versão beta, mas está sendo lançado para assinantes do Spotify Premium a partir de hoje.

Ao compartilhar um código escaneável com outros usuários do Spotify, você pode ceder o controle da reprodução de uma mesma playlist a qualquer pessoa em sua casa.

Elas poderão adicionar ou remover músicas da fila, pular, reproduzir e pausar em tempo real, e quaisquer alterações na lista de reprodução serão atualizadas simultaneamente em todos os dispositivos conectados, ao contrário dos recursos de colaboração e do family mix do Spotify, que não são atualizados em tempo real.

Uma playlist das Group Sessions será encerrada após uma hora de inatividade (assumindo que isso significa que ninguém está interagindo com ela). Não está claro se isso vai acontecer mesmo que haja música suficiente na lista de reprodução para mantê-la por mais de uma hora.

O limite é de cem usuários por sessão. É bastante gente, então, quando tivermos permissão para realizar festas em casa novamente, todos os seus convidados podem ser o DJ. Uma limitação chata, porém, é que todas as pessoas têm que estar no mesmo espaço fisicamente. Portanto, muita gente só vai poder testar o recurso depois da quarentena.

De qualquer forma, esse recurso mais recente do Spotify parece e funciona muito como o TouchTunes e outros aplicativos que permitem tocar e pular músicas na jukebox do bar sem levantar-se do seu lugar. Então, prepare-se, porque muita gente vai trollar sua próxima festa.