Apesar de ser utilizado principalmente para o consumo de música, o Spotify tem cada vez mais atraído um público interessado em podcasts. De olho nesse mercado, a empresa de streaming pode estar planejando lançar planos de assinatura para esse tipo de conteúdo. Segundo Andrew Wallenstein, presidente da Variety’s Intelligence Platform, o aplicativo do Spotify estava enviando um questionário aos usuários com a descrição dos potenciais serviços.

A pesquisa incluía quatro planos de assinatura, com preços variando entre US$ 3 e US$ 8 mensais. Enquanto o mais barato deles daria acesso a entrevistas e episódios exclusivos, porém com anúncios, o plano mais caro ofereceria “conteúdos originais de qualidade”, acesso antecipado a alguns episódios, além de ser livre de anúncios. O serviço seria um produto separado, sendo que nenhuma das opções de assinatura incluiria o acesso ao plano de música do Spotify Premium.

Apesar das informações, nada está confirmado por enquanto. De acordo com o The Verge, um porta-voz do Spotify afirmou que a empresa “conduz frequentemente uma série de pesquisas para aprimorar a experiência de nossos usuários. Algumas delas acabam criando o caminho para ampliar a experiência do usuário e outros servem apenas como aprendizados importantes”. Portanto, o questionário não deve ser visto como uma indicação de um produto futuro, pois a companhia não planeja nenhum tipo de assinatura de podcasts no momento.

De fato, é comum as empresas conduzirem pesquisas como uma forma de estudar o mercado, mas nem tudo se traduz em lançamentos de novos produtos e serviços. No entanto, o fato de o Spotify estar interessado em entender o potencial dos podcasts mostra que a empresa já está pensando em novas formas de monetização na plataforma. Além disso, a companhia já vem investindo nesse segmento há um tempo, tendo adquirido, inclusive, grandes produtoras de podcasts e assinado contratos de exclusividade com personalidades como Michelle Obama, Kim Kardashian West e Joe Rogan.

Não há garantias de que os planos de assinatura de podcasts do Spotify seja lançado e nem como a empresa repassaria os valores arrecadados das mensalidades para os produtores desse conteúdo. Ainda assim, essa pode ser uma boa notícia para algumas marcas e personalidades que apostam nesse formato e buscam alguma forma de ganhar dinheiro com isso. Resta saber se as pessoas estariam dispostas a pagar.

[The Verge]