Star Wars é vasto e abrangente como uma franquia, afinal, a “galáxia muito, muito distante” é capaz de abrigar diversos estilos e gêneros diferentes de narrativa. Mas pela primeira vez o Japão assume a liderança ao criar uma nova série, trazendo um novo olhar para essa galáxia.

Como parte de um painel no Anime Expo Lite no último fim de semana, os produtores Jacqui Lopez, James Waugh, Josh Rimes, Justin Leach e Kanako Shirasaki nos deram um primeiro vislumbre do que esperar de Star Wars Visions.

Anteriormente introduzida como uma série de antologia dividida em 10 partes, Visions apresentará curtas animados de várias equipes japonesas – incluindo Trigger, Production IG, Kamikaze Douga, Kinema Citrus, Geno Studio, dentre outras – cada uma com seu próprio toque a todas as épocas de Star Wars.

A série abrange vários trechos de linhas temporais da saga, bem como rostos e locais familiares ao público, mostrando personagens inteiramente novos. Haverá de tudo, de nomes como Jabba the Hutt e Boba Fett, até Jedis inspirados em samurais, tropas de choque da Primeira Ordem e outras imagens icônicas de a galáxia de Star Wars. Um exemplo é o conto de gêmeos do Lado Negro da Força, feito pelo lendário diretor de Trigger, Hiroyuki Imaishi. Em certo trecho do trailer, Abel Gongora afirma que era inevitável ser influenciado por Astro Boy em seu episódio. Outra produção será um “conto de ópera rock” de Kamikaze Douga, com um visual fantástico.

Assine a newsletter do Gizmodo

Star Wars Visions estreará na Disney+ em 22 de setembro, com a obra adjacente Ronin, de Emma Mieko Candon, no mês seguinte.