O conselho administrativo da Apple anunciou hoje que Steve Jobs renunciou ao cargo de CEO da Apple. Tim Cook foi nomeado CEO, e Jobs assumiu a posição de presidente do conselho.

De acordo com o comunicado à imprensa, Jobs enviou hoje a carta de resignação (abaixo), com a recomendação que Tim Cook (hoje CEO provisório) assuma a posição de forma permanente.

Mais: O que esperar da Apple sem Jobs nos próximos anos

A Apple está tão associada com Jobs, que é quase impossível imaginar a empresa sem ele. A Apple é um produto da visão dele, da liderança dele e da sua capacidade quase infalível de lançar produtos bem-sucedidos que simplesmente funcionam. Os principais projetos do Jobs são o que há de melhor na Apple: Macintosh, iMac, OS X, iPod, iPhone e iPad.

Steve Jobs e Steve Wozniak fundaram a Apple Computer em 1976, e lançaram o Apple I no mesmo ano. O Apple II saiu no ano seguinte. Foi um arraso, e inaugurou a era da computação em casa. Em 1984, a Apple anunciou o Macintosh, o primeiro computador em massa com mouse e interface gráfica. Mesmo na época, a Apple já era revolucionária.

Mas enquanto a Apple voava alto, em um passo em falso Jobs recrutou John Scully, da Pepsi, para ser CEO da Apple, fazendo a famosa pergunta: você prefere vender água com açúcar ou mudar o mundo? Scully, por sua vez, forçou Jobs a sair da empresa em 1985, e a Apple entrou numa era das trevas, com vendas em queda e pouca influência. No mesmo ano, Jobs fundou a NeXT Computer. Em 1996, a Apple comprou a NeXT e colocou Steve Jobs de volta à posição de CEO. Ele trouxe a Apple de volta ao topo desde então, lançando sucesso atrás de sucesso (exceto, quem sabe, a Apple TV).

De motivo de chacota no mundo da tecnologia, ele se tornou um dos líderes mais influentes, e tornou a Apple uma das empresas mais valiosas do mundo. No entanto, os problemas de saúde dele o mantiveram longe das atividades do dia a dia nos últimos anos. Assim, ele sai dos holofotes e Tim Cook entra de vez como CEO.

CUPERTINO, Calif.—(BUSINESS WIRE)— Para o conselho administrativo da Apple e a comunidade Apple:
Eu sempre disse que se houvesse um dia em que eu não pudesse mais cumprir meus deveres e expectativas como CEO da Apple, eu seria o primeiro a lhes dizer. Infelizmente, esse dia chegou.

Por meio desta, eu deixo o cargo de CEO da Apple. Eu gostaria de servir, se o Conselho estiver de acordo, como presidente do Conselho, diretor e funcionário da Apple.

Quanto ao meu sucessor, eu recomendo fortemente que nós executemos nosso plano de sucessão e que Tim Cook assuma como CEO da Apple.

Acredito que os dias mais brilhantes e mais inovadores da Apple ainda estão por vir. E eu espero ansioso para ver seu sucesso e contribuir para ele numa nova posição.

Fiz alguns dos meus melhores amigos da vida na Apple, e agradeço a todos vocês por todos os anos em que pude trabalhar com vocês.

Steve