O mestre zen Steven Seagal, visto pela última vez promovendo um filme de ação lançado diretamente em DVD para fãs como Vladimir Putin — e também sendo acusado de abuso sexual — concordou em pagar à SEC (autoridade que regula o mercado financeiro dos EUA, mais ou menos equivalente à CVM aqui no Brasil) um total de US$ 330.448,76 por não divulgar os detalhes de seu relacionamento com uma criptomoeda denominada “bitcoiin2gen” (com dois “i” mesmo).

Alguns diziam que ela era um esquema de pirâmide. Alguns chamavam de fraude. De acordo com a SEC, Seagal, ao falar da oferta inicial de moedas (ICO) da B2G, disse que era uma oportunidade imperdível.

A propósito, ao incentivar os seguidores a entrar no B2G, ele deixou de mencionar à SEC que a empresa havia prometido pagar a ele US$ 250.000 em dinheiro e US$ 750.000 na moeda (ou deveríamos chamar de moeeda?).

Os tweets de Seagal para promover o B2G foram apagados, mas o release de 2018 intitulado “Mestre Zen Steven Seagal se torna embaixador da marca do bitcoiin2gen” descrevia o que mais parece ser uma conversão religiosa. “O ator de Hollywood Steven Seagal se tornou um crente do bitcoiin2gen”, diz o texto.

E continua:

Como budista, professor zen e curandeiro, Steven vive de acordo com os princípios de que o desenvolvimento do eu físico é essencial para proteger o homem espiritual. Ele acredita que o que ele faz em sua vida é levar as pessoas à contemplação para despertá-las e iluminá-las de alguma maneira. Esses são precisamente os objetivos do bitcoiin2gen de empoderar a comunidade, fornecendo um sistema de pagamento P2P descentralizado com sua própria carteira, ecossistema de mineração e plataforma robusta de blockchain sem a necessidade de terceiros.

E também:

Mestre Zen, Steven mencionou um velho ditado chinês: “Flua com o que quer que aconteça e deixe sua mente livre. Mantenha-se centrado ao aceitar o que estiver fazendo. Isto é o melhor.” de Chuang Tsu.

Após um escrutínio da documentação da empresa, que prometia taxas de transação dez vezes inferiores às do bitcoin e receitas de mineração duas a três vezes maiores, a empresa lançou um anúncio de abertura com a declaração: “É claro que não somos uma empresa marketing multi-nível ou um esquema de pirâmide ou uma fraude…” (Eles ilustraram seu “plano de recrutamento para ICO” com porcentagens diferenciadas de comissão, em forma piramidal.)

O Bureau of Securities de Nova Jersey enviou uma ordem de cessação e desistência, observando que o único funcionário listado em seus escritórios na Ásia era um enigmático “John Williams” e que a bitcoiin nunca havia sido aprovado para vender títulos no estado.

Meses depois, Seagal e os misteriosos fundadores se afastaram imediatamente após a ICO, com o emocionante anúncio de que ela seria lançada para o público “sem indivíduos ou indivíduos controlando a entidade!”

Infelizmente para Seagal, suas crenças acabaram se materializando em US$ 157 mil do pagamento prometido de um milhão de dólares.

A SEC informou ao Gizmodo que a penalidade inclui a restituição de ganhos ilícitos de US$ 157 mil, juros pré-julgamento de US$ 16.448,76 e outra multa de US$ 157 mil. A SEC também diz que sua investigação sobre o bitcoiin2gen está em andamento, mas se recusou a comentar mais sobre a extensão do inquérito.

Seagal não é o primeiro a estar enrolado com criptomoedas suspeitas. Em 2018, a SEC fez acordos e multou o boxeador Floyd Mayweather Jr. e o produtor DJ Khaled por promover ilegalmente o token Centra, oferecido por uma empresa cujo CEO acabou se revelando um fantoche.

E estas são as notícias mais recentes sobre Steven Seagal.