O Surface Laptop 3 de 15 polegadas pode ser um dos dispositivos mais portáteis de 15 polegadas que já usei. É fino, pesa apenas 1,5 kg, tem uma tela grande de 15 polegadas e, de alguma forma, consegue ser bastante potente para inicializar. Eu raramente usei um laptop tão grande que pareça tão pequeno quando transportado de casa para o escritório, ou mesmo pela casa. É absolutamente excelente. É também o primeiro dispositivo premium em anos a contar com um processador AMD em vez de um processador Intel. A AMD e a Microsoft fizeram uma grande divulgação sobre essa parceria e, após usar o Surface Laptop 3 por quase uma semana, entendo todo o entusiasmo.

Surface Laptop 3

O que é: A versão de 15 polegadas do Surface Laptop, agora com a AMD por dentro. A Microsoft não vendo a linha Surface no Brasil.
Preço: Começa em US$ 1.000 para a versão de 13 polegadas e a US$ 1.500 para uma de 15 polegadas. Avaliado em US $ 1.700.
Curti: Fino. Portátil. Desempenho incrível da GPU.
Não curti: A duração da bateria é mediana. As teclas podem parecer macias demais. O acabamento em alumínio deixa marcas de dedo rapidamente.

O Surface Laptop 3 é a terceira geração da tentativa da Microsoft de lançar um ótimo laptop de US$ 1.000. Este ano a Microsoft produziu dois tipos de laptops Surface. Uma versão de 13,5 polegadas que começa em US$ 1.000 e tem uma CPU Intel Ice Lake de 10ª geração, e uma versão de 15 polegadas que começa em US$ 1.500 e depende de um processador AMD Zen 2 com uma GPU Vega aprimorada.

A que foi analisada aqui é a versão de US$ 1.700 com CPU Ryzen 5 3580U, GPU Vega 9, 16 GB de RAM e SSD de 256 GB. Esse é um preço muito estranho para um dispositivo muito estranho, porque outros grandes fabricantes de laptops Windows, como Dell e HP, não estão fazendo nada como o Surface Laptop 3. O Spectre x360 da HP e o XPS 15 da Dell são ambos um pouco mais espessos e pesados, mas pelo mesmo preço, eles oferecem gráficos discretos e CPUs mais antigas com mais núcleos.

A esperança da Microsoft parece ser que as pessoas estejam dispostas a pagar por portabilidade em vez de potência em um laptop de 15 polegadas. Como alguém que está bem com seu dispositivo de 13 polegadas, mas desejava ter uma tela maior, o Surface Laptop de 15 polegadas é basicamente voltado para mim. É o meu laptop, apenas com mais tela e quase nenhum peso adicional.

Foto: Alex Cranz/Gizmodo

Ele pesa apenas 1,5 kg! Isso equivale a apenas 227 gramas a mais que o de 13 polegadas e 227 gramas a menos que os principais dispositivos de 15 polegadas da Dell e HP. Este é o primeiro laptop de 15 polegadas em quase quatro anos que eu prefiro a um de 13 polegadas para transportar até o escritório. Ele não ocupa quase nada de espaço adicional – encaixando-se confortavelmente no compartimento de uma mala destinada a um dispositivo de 13 polegadas quando eu o levei para um casamento no fim de semana. Com 0,57 polegadas, ele é incrivelmente fino para um dispositivo de 15 polegadas também.

Apesar de ser tão fino e leve, ele parece resistente. Eu posso andar por aí com ele aberto, fechado em uma mão, e não sinto que vai flexionar ou quebrar. Quando eu o levei no avião neste fim de semana, bem equilibrado no meu colo, não tive problemas com dobradiças soltas ou instabilidade enquanto digitava. As únicas coisas que posso criticar sobre a construção do laptop são o acabamento e o teclado.

A Microsoft optou por um acabamento de alumínio (encontrado em preto ou platina na versão de 15 polegadas). O apoio para as mãos de tecido encontrado no modelo de 13 polegadas não está disponível no de 15 polegadas, o que é uma pena, porque o Surface Laptop de alumínio preto, como todos os laptops de alumínio preto que já usei, é um ímã absoluto para as marcas de dedos. Eu estou usando o laptop há menos de uma semana, e seu acabamento fosco já está começando a brilhar. O tecido, ou algum timo de material oleofóbico, seria bem-vindo.

Quanto ao teclado – as teclas parecem um pouco suaves para o meu gosto. Elas não são suaves o suficiente para me fazer odiar, mas eu gostaria que elas tivessem um pouco mais de pressão.

Foto: Alex Cranz/Gizmodo

Eu também gostaria que a Microsoft parasse com a sofisticada porta Surface Connect para carregar. Eu tenho o péssimo hábito de derrubar o cabo da porta por acidente e estou mal-acostumada com a grande variedade de dispositivos que agora uso que carregam via USB-C. Com um computador tão meticulosamente projetado, a porta de carregamento proprietária aleatória se destaca de uma maneira desagradável. O Surface Laptop 3 inclui uma porta USB-C (assim como uma porta USB-A e fone de ouvido de 3,5 mm), mas é para alimentar monitores e carregar periféricos, o carregamento (com um carregador de 60W) é secundário.

Embora a relutância em abraçar totalmente o USB-C pareça um passo atrás, o interior do dispositivo parece um passo significativo adiante. Você não poderá encontrar esta CPU e GPU específica em um produto que não seja da Microsoft. A empresa fez uma parceria com a AMD para produzir os chips que alimentam o Surface Laptop 3. Embora nenhuma das empresas tenha entrado em detalhes extensos sobre o que há de diferente entre o Ryzen 5 3580U encontrado aqui e o 3500U padrão, ambos observaram, pelo menos, que o GPU Vega 9 é mais poderoso e possui mais unidades de computação do que o Vega 8 encontrado na 3500U.

O que isso significa se você não se importa com todos esses números e especificações? Isso significa que o Microsoft Surface Laptop 3 voa em tarefas intensivas de GPU. Pelo menos comparativamente. Veja bem, o espaço da GPU para laptops ficou bastante complexo no ano passado. A Intel possui dois tipos diferentes de GPUs, os fracos tradicionais integrados que são encontrados em metade de sua linha de 10ª geração e um novo e mais rápido integrado, encontrado especificamente nos produtos Ice Lake.

Um pouco mais rápido que as GPUs Ice Lake, são as GPUs discretas MX150 e MX250 fabricadas pela Nvidia e geralmente encontradas em laptops de última geração. Existem também as GPUs discretas ainda mais poderosas da Nvidia e da AMD. As placas Nvidia geralmente acabam em dispositivos de jogos ou em estações de trabalho mais caras, enquanto as GPUs discretas da AMD são fornecidas em dispositivos Apple.

A GPU Vega 9 integrada da AMD, encontrada no Surface Laptop 3, em velocidade, gira em algum lugar entre o Ice Lake e o MX 250. É rápido o suficiente para tornar os jogos menos exigentes suaves, mas não exatamente poderoso o suficiente para levá-lo ao Gears 5 em qualquer coisa acima de Médio.

Quanto à CPU, ela se contrapõe ao desempenho do processador i7 Ice Lake da Intel (não testamos o processador i5 Ice Lake, que seria a comparação mais justa). No Blender, onde renderizamos uma imagem 3D e observamos quanto tempo leva, foi tão rápido quanto o novo XPS 13 2 em 1 da Dell com um Intel i7-1065G7. Os únicos lugares em que a parte da Intel teve desempenho superior foram no Geekbench 4 e no WebXPRT 2015, dois benchmarks sintéticos que geralmente favorecem os processadores da Intel. Nos testes do mundo real, de Overwatch a Civilization VI e Handbrake, o Ryzen 5 3580U foi tão rápido quanto (e, no caso dos jogos, foi até um pouco mais rápido).

No entanto, há uma ressalva. Duração da bateria. É profundamente mediano. O Surface Laptop 3 durou apenas 7 horas e 42 minutos em nosso teste, onde definimos o brilho da tela para 200 nits e transmitimos um vídeo do YouTube até a bateria acabar. Isso é quase quatro horas a menos do que o Dell XPS 13 2 em 1 com o chip Ice Lake. Não é realmente impressionante! Mas a série XPS da Dell sempre superou os concorrentes em testes de bateria, e a Microsoft me disse que nossos resultados eram precisos. Também está alinhado com o Microsoft Surface Laptop 2 do ano passado, que era muito menos potente. Por mais que eu queira usar o Surface Laptop 3, tudo o que posso dizer é que “é OK” no que diz respeito à duração da bateria. Não é abismal, mas não é incrível.

A duração da bateria é a única desvantagem realmente significativa em um dispositivo excelente. Imagine se algo tão portátil como este dispositivo de 15 polegadas também tivesse uma duração de bateria incrível? Em vez de ser um ótimo laptop de 15 polegadas, o Surface Laptop 3 seria uma compra obrigatória para muitas pessoas.

Tal como está, é apenas uma compra muito inteligente para muitas pessoas. Se você valoriza a portabilidade e não precisa de meia dúzia de núcleos de CPU e uma grande GPU discreta, o Surface Laptop 3 é uma raridade que atinge um equilíbrio perfeito que eu não sabia que precisava até ter um no meu colo. A AMD (e a Microsoft) produziram uma GPU e CPU aparentemente tão boas quanto as melhores da Intel. É uma prova absoluta de que a AMD pode e deve começar a aparecer em mais laptops, especialmente nos grandes e chamativos.

Resumo

  • A GPU é muito boa.
  • A CPU está em pé de igualdade com um processador U-series de 4 núcleos da Intel.
  • A duração da bateria é apenas mediana.
  • O Surface Laptop 3 de 15 polegadas é tão fino e leve que será difícil voltar para um dispositivo de 15 polegadas mais potente.