Lembra quando as abas de navegador eram novidade? Como elas melhoraram as nossas vidas! Chega de ter dezenas de janelas do Internet Explorer na barra de tarefas! Hoje, porém, a quantidade de abas que temos abertas constantemente no nosso navegador é um problema tão grande quanto as janelas na barra de tarefas naquela época. E é uma solução pra esse problema que a Mozilla anunciou com o seu projeto Tab Candy.

Capitaneado pelo especialista em interfaces Aza Raskin (filho de Jef Raskin, conhecido por "inventar" o projeto Macintosh para a Apple na década de 70), o projeto Tab Candy é uma forma de organizar as suas abas abertas em grupos, contextos e tamanhos diferentes, em uma tela especial. Por exemplo: digamos que você esteja com uma meia dúzia de abas abertas, todas importantes para o seu trabalho. Você está focado. Subitamente, como sempre, alguém manda um vídeo bacana do YouTube. Você assiste e acha tão legal que acaba abrindo mais algumas abas com vídeos relacionados. Mas você só vai vê-los depois, já que é uma pessoa responsável e está trabalhando, certo? Certo. Voltando ao trabalho, você abre mais algumas abas importantes e quando vê já está com umas 15 abas abertas, sendo que algumas delas não têm nada a ver com trabalho. Uma bagunça, que geralmente acaba sendo ainda pior do que esta minha descrição.

Com o Tab Candy, conforme você vê no vídeo acima, você poderá criar um grupo especialmente para estes vídeos que você quer ver depois. Quando você quiser dar um tempo no trabalho e ir ver estes vídeos, você vai clicar naquele grupo e apenas as abas com os vídeos estarão visíveis. Quando voltar para o grupo de abas de trabalho, não verá mais abas de vídeo. E você pode deixar essas abas organizadas por tamanho (as maiores são as mais importantes, as que você quer dar mais importância) e de diversos outros modos. 

É realmente versátil, interessante, e até mesmo futurista, de um modo bastante "futuro próximo". A interface oferece diversas formas de expansão que podem ser exploradas, e realmente lembra trabalhos anteriores do Aza, como o launcher Enso, para Windows, e até mesmo a extensão Ubiquity para Firefox, cujo desenvolvimento ele liderou após ser contratado pela Mozilla. Parece que os nossos problemas com abas estão mesmo próximos de chegar ao fim. A um fim, pelo menos.

Você pode experimentar uma versão do Firefox com o Tab Candy (em versão Alpha, bem crua ainda), clicando aqui.