Quentin Tarantino quer fazer mais um filme antes de se se aposentar — apesar de ainda não saber ao certo qual será ele. O diretor não descarta a ideia de uma sequência de Kill Bill, uma de suas franquias mais conhecidas. “Poderia ser Kill Bill 3? Por que não?” afirmou Tarantino durante o Festival de Cinema de Roma, segundo a revista Variety.

“Mas, primeiro, eu quero fazer uma comédia”, disse. O diretor disse ter outros projetos no horizonte, como um livro de crítica de cinema e uma série de TV onde a temática velho oeste aparece com um toque de humor.

“Eu quero filmar no estilo Spaghetti Western, em que todos falam uma língua diferente. O mexicano bandido é italiano; o herói é um americano; o xerife mau é alemão; a garota do salão mexicana é israelense. E todo mundo está falando uma língua diferente. E os atores só sabem que, quando o outro terminar de falar, é a vez deles”, disse Tarantino, rindo.

Os dois primeiros longas de Kill Bill foram lançados em 2003 e 2004, e contam a história de uma ex-assassina conhecida apenas como “A Noiva” (Uma Thurman). Ela acorda de um coma de quatro anos decidida a se vingar de Bill, seu ex-amante e chefe, que tentou matá-la no dia do casamento.

Assine a newsletter do Gizmodo

A franquia faz uma homenagem à antigos gêneros de filmes com aqueles com temática de kung fu e samurais, além de exploitation — longas que utilizam elementos sensacionalistas, desde a temática até efeitos visuais.