Teclados virtuais de celulares e tablets são enormes em relação às telas em que vivem, aderindo a uma antiquada metáfora de máquina de escrever.

O Minuum tentou repensar como se faz um teclado virtual, deixando-o bem menor – mas ele destaca a dificuldade em criar algo melhor.



A ideia do Minuum é que você pode diminuir o teclado QWERTY padrão organizando-o em colunas. As letras ainda ficam aproximadamente onde elas estariam – apenas “achatadas” em uma linha só. E se você errar uma letra, o teclado usa a correção automática, supostamente poderosa o bastante para corrigir seus erros. Seja rápido, e não perca espaço na tela – esse é o objetivo.

Além disso, o Minuum pode ser controlado por gestos: você aponta para cada agrupamento de teclas, e o sistema reconhece qual palavra você quer digitar. Os desenvolvedores dizem que isso é fácil de implementar porque é preciso monitorar apenas uma dimensão.

minuum. 2

Só que é difícil acreditar no conceito logo de cara.

Pegue como exemplo o Swype, uma das formas mais usadas para digitar de forma não-tradicional. Sua correção automática é muito boa (o Minuum também diz ter autocorrect bom). Mas às vezes ele também é meio idiota, especialmente ao lidar com palavras de quatro letras ou menos.

Quando a correção automática não basta, você pode apenas digitar letra por letra. Isso não parece ser tão fácil no Minuum. Então você fica à mercê de um sistema construído em torno de correção automática.

Apesar do autocorrect ter melhorado nos últimos anos, usá-lo quase que exclusivamente ainda é meio bizarro. Palavras incomuns e substantivos próprios – para não mencionar URLs – fazem parte do uso diário em tablets e smartphones. Então qual a vantagem de não ter sempre um teclado grande, se você precisa várias vezes dele? É possível digitar letra por letra no Minuum – só que é mais difícil.

Dito isto, talvez ele funciona perfeitamente e seja incrível. Quem sabe. Mas ainda estamos céticos. Entramos em contato com a Minuum para experimentá-lo, e saber como funciona sua correção automática.

minuum

O Minuum estará disponível em junho para Android em beta fechado, apenas para os que apoiarem o projeto no IndieGogo. A colaboração mínima é de US$ 5. Ele deve estar disponível a todos os usuários no início de 2014. Saiba mais: [Minuum | vídeo]