O Chile foi atingido por um forte terremoto de magnitude 8,3 na noite desta quarta-feira (16). O tremor foi registrado ao norte de Santiago e foi sentido até mesmo em São Paulo e em outras cidades do Brasil, segundo relatos.

Até o momento, pelo menos oito pessoas foram confirmadas mortas e mais de 1 milhão foram evacuadas, de acordo com informações do G1. A intensidade do terremoto fez o governo chileno se preparar para um tsunami, mas essa possibilidade já foi descartada. Este é o sexto terremoto mais forte a atingir o país.

De acordo com o centro sismológico chileno, o tremor foi registrado por volta das 20h (horário local) entre as regiões litorâneas de Coquimbo e Canela Baja, localizadas ao norte de Santiago, e atingiu 11 km de profundidade.

Segundo informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro atingiu a magnitude de 8,3 pontos escala Richter — o terremoto que atingiu o Nepal em abril deste ano, por exemplo, foi de 7,8. Ainda segundo o centro sismológico chileno, 15 outros tremores, todos com magnitude inferior a 5.2, foram registrados na manhã desta quinta-feira.

https://twitter.com/Fatima_mag/status/644508901367410688

Um alerta de tsunami foi emitido pelo Centro de Alertas de Tsunamis do Pacífico, segundo o UOL. Ondas de mais de 4 m atingiram a região de Coquimbo e houve a possibilidade de uma onda gigante atingir o litoral do Chile, Peru, Equador e Havaí, nos EUA. Ela, entretanto, já foi descartada pelas autoridades.

No Brasil, foi possível sentir o tremor em diversas cidades do estado de São Paulo, Minas e no sul do país.

https://twitter.com/JuliaGil/status/644291713931051008

Alunos do campus da Avenida Paulista da Universidade Anhembi Morumbi foram evacuados no prédio na noite desta quarta-feira.  O Corpo de Bombeiros de São Paulo registrou mais de 50 chamadas sobre o tremor nas regiões da Avenida Paulista, Vila Mariana, Tatuapé, Guarulhos e Osasco:

A situação foi preocupante, segundo o Twitter do Corpo de Bombeiros de São Paulo, mas não houve nenhum registro de acidentes devido aos tremores. As pessoas que sentiram o tremor na última noite devem procurar por rachaduras em suas residências e, caso as encontrem, devem entrar em contato com a Defesa Civil para que seja averiguado o risco de desabamento do local:

O Chile foi atingido por um terremoto devastador em 2010: com 8,8 pontos de magnitude, ele deixou mais de 500 mortos e destruiu mais de 200 mil casas. Ele chegou até mesmo a alterar a rotação do planeta e a duração dos dias. [UOL, G1]

Foto por Matias Delacroix/AP