Os terroristas de Mumbai podem até ter cometido atos desumanos, mas, pelo menos de uma maneira eles são exatamente como eu ou você. Quando as autoridades cortaram os cabos de telefone e Internet dos hotéis onde os terroristas mantinham mais de 200 reféns, eles contaram com outra peça tecnológica para monitorar a resposta da polícia e a reação do mundo aos ataques: BlackBerrys. As forças militares especiais não só ficaram surpresas em encontrar os aparelhos nas mochilas dos terroristas, mas ficaram mais ainda ao saber que eles usaram a Internet para buscar informações além da mídia local indiana, vendo a reação global em tempo real também.

É meio estranho ver que o uso de BlackBerrys por parte dos terroristas “surpreendeu as forças antiterroristas”. Apesar de ser apenas um passo na sofisticação da organização, no sentido de tornar a comunicação mais instantânea do que nunca, há relatos antigos de que as redes terroristas usam a Internet e celulares para a comunicação. Por que não usariam as mesmas ferramentas que milhões usam pelo mundo todo? Não são todos que moram em cavernas, sabe…

Mesmo assim, isto não os torna menos assustadores. Nem menos desumanos. [Courier Mail via Business Sheet]