Trump diz que Apple explicou que tarifas fariam a Samsung levar vantagem sobre ela

O CEO da Apple, Tim Cook, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniram na última sexta-feira (16) para um jantar. Entre os temas da conversa estavam a guerra comercial dos EUA com a China e a competição da Apple com a Samsung. ➜ Trump faz elogios ao seu grande amigo da Apple, […]

Tim Cook, CEO da Apple, ao lado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Tim Cook (esq.), CEO da Apple, e o presidente dos EUA, Donald Trump. Crédito: AP

O CEO da Apple, Tim Cook, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniram na última sexta-feira (16) para um jantar. Entre os temas da conversa estavam a guerra comercial dos EUA com a China e a competição da Apple com a Samsung.

Falando a repórteres no domingo (18), Donald Trump disse que o CEO da Apple mostrou “bons argumentos” sobre a vantagem competitiva da Samsung por fabricar seus produtos na Coreia do Sul e em outros países da Ásia sem pagar os mesmos impostos que a empresa da maçã.

Recentemente, Trump estabeleceu um imposto adicional de 10% para produtos importados da China. A medida passará a valer no dia 1º de setembro de deve afetar produtos como Apple Watch e AirPods. Outros produtos como iPhones, iPads e MacBooks só seriam afetados a partir do dia 15 de dezembro – os EUA adiaram a cobrança para depois das compras de festividades de fim de ano.

Enquanto a Apple concentra a fabricação de seus produtos na China, a Samsung diversifica sua cadeia e monta seus eletrônicos principalmente na Coreia do Sul e no Vietnã – por isso, as imposições americanas não devem afetar tanto a companhia.

“Perguntei quão bom concorrente é [a Samsung], e ele me falou que é um concorrente muito bom […] Eu acho que ele me mostrou ótimos argumentos e estou pensando sobre isso”, disse Trump a jornalistas.

[CNBC]

Sair da versão mobile