A conferece call da Apple ontem trouxe algumas declarações curiosas do CEO Tim Cook. Essa conversa com a imprensa acontece sempre que alguma empresa de capital aberto divulga seus resultados. Desta vez Cook falou mal dos tablets de 7″ e do Surface — ou seja, desdenhou a concorrência.

É histórico o desgosto de Steve Jobs, co-fundador e ex-CEO da Apple, em relação aos tablets de 7″ como Nexus 7 e Kindle Fire HD. O iPad Mini seria, então, um sinal de que a Apple pós-Steve é outra, que não liga para o que o falecido dizia e que fará o que for possível para não dar brecha para os rivais? Ahn… não, porque segundo Cook, a Apple não fabricou um tablet de 7″. Disse ele:

“Sendo claro: nós não faríamos um dos tablets de 7″. Não achamos que eles sejam bons produtos e jamais faríamos um. Não só por ter sete polegadas, mas por vários motivos. Um dos motivos, porém, é o tamanho.”

O iPad Mini tem uma tela de 7,9″ e, ao contrário dos modelos do Google e Amazon, proporção 4:3. Isso, segundo Cook, é uma diferença e tanto:

“A diferença em espaço real entre 7,9 (quase 8) contra 7 é de 35%. E quando você observa a área utilizável, é muito maior que isso. É entre 50 e 67%.”

A matemática é meio maluca, mas a Wired fez uns cálculos e, comparando ao Nexus 7, o iPad Mini de fato tem uma “área utilizável” 67% maior.

Em outro momento, Cook comentou o Surface, tablet da Microsoft que, em oito países, começou a ser vendido hoje (apenas a versão com Windows RT; a com Windows 8 demorará um pouco mais). Ele disse que ainda não mexeu em um, “mas que o que temos lido a respeito é que se trata de um produto bem confuso e comprometido.” E foi além fazendo outra comparação, só que sem envolver geladeiras e torradeiras dessa vez:

“Eu acho que você pode projetar um carro que voe e flutue, mas não acredito que ele faria todas essas coisas muito bem.”

Ontem, mais cedo, a Apple divulgou seus resultados para o quarto trimestre fiscal de 2012. No total a empresa faturou US$ 36 bilhões, com lucro de US$ 8,6 bilhões. [Foto: Valery Marchive/Flickr]