O Tinder é um app gratuito para iOS e Android que sugere pessoas nas proximidades para você marcar um encontro. Esta semana, foi lançada para todos a versão paga, com alguns recursos adicionais – e o preço pode ser bem salgado no Brasil.

É que os preços do Tinder Plus são uma enorme confusão. Primeiro, eles variam de acordo com a idade: se você tiver mais de 28 anos, paga mais caro. Segundo, eles variam de acordo com o país: em mercados desenvolvidos, a assinatura é mais cara.



No Brasil e em outros países emergentes, o Tinder Plus deveria custar US$ 2,99 (R$ 9) para quem tem menos de 28 anos, e US$ 4,99 (R$ 15) para quem for mais velho.

Tinder cobra 2-99

No entanto, alguns usuários no iOS veem os US$ 9,99 (R$ 30) cobrados nos EUA – mesmo estando no Brasil e tendo menos de 28 anos. E quem é mais velho pode se deparar com uma assinatura de US$ 19,99 (R$ 60). Com o dólar beirando os R$ 3, isso é bastante caro.

Tinder cobra 19-99

No Android, onde é possível pagar com cartão de crédito nacional, os valores são cobrados em reais. No entanto, em meu teste, o Tinder quis me cobrar valores próximos aos dos EUA: R$ 25,45 mensais para usuários com até 28 anos…

Tinder cobra 25

… ou R$ 50,92 mensais se você for mais velho.

Tinder cobra 50

O que está acontecendo? Perguntamos à assessoria do Tinder, e atualizaremos o post com a resposta.

Vale notar que o Tinder continua sendo gratuito, porém com limitações. Por sua vez, o Tinder Plus oferece quatro coisas:

  • desfazer swipes: quando você desliza um perfil para a esquerda, ele some de vez para você. Pagando a assinatura mensal, você pode recuperar esse perfil, caso tenha deslizado por acidente (ou mudado de ideia).
  • alterar sua localização: normalmente, o Tinder indica pessoas nas suas proximidades. Com o Passaporte, você pode fazer match com pessoas de todo o mundo.
  • swipes ilimitados: no Candy Crush, você tem um número máximo de jogadas; no Tinder, você tem um número máximo de swipes – a menos que você pague.
  • nada de anúncios.

Para assinar o Tinder Plus, basta tocar no botão Desfazer, e surgirão as telas acima. Mas… você vai assinar?

Imagem inicial por Tinder; atualizado às 15h23