A união da microbiologia e da jardinagem vertical, o Agora Garden, prédio ainda em construção na cidade de Taipei, será uma dupla hélice florida e amplificada a proporções gigantescas.

Projetada pela Arquitetura Vincent Callebaut, a torre residencial utilizará sua selva viva para fins estéticos e de sustentabilidade. Na verdade, essa construção quer ser a mais amiga da natureza da cidade, incorporando para tanto um pomar, um jardim vegetal, espaços de plantas medicinais e aromáticas e um sistema de captura de adubo e água da chuva. Além disso, a torre deverá funcionar no mínimo parcialmente com energia solar; uma espécie de chaminé de luz circular levará os raios solares para o porão, onde absorvedores poderão fazer uso deles quando necessário.

O time de design está (considerando a forma do prédio), sem surpresa, contente em fugir do convencional. Eles descrevem o prédio como “nem uma torre única, nem torres gêmeas”, mas em vez disso “duas torres hélices que se juntam em torno de um núcleo central.” O formato pouco usual da torre também dará aos seus habitantes uma vista também fora do comum — dependendo de onde você estiver, a vista mudará e se transformará com a própria construção.

O projeto está previsto para ser concluído em 2016 e, com propostas tão elaboradas e complexas, a dupla hélice do seu design fará todo sentido. [The Creator’s Projectvia The Verge]