A HP confirmou a data de início das vendas de seu tablet, o TouchPad, com webOS, para o dia primeiro de julho, nos EUA. Ele terá apenas versões com Wi-Fi que custarão US$500 (16GB) ou US$600 (32GB).

Resta saber como o mercado americano irá reagir ao lançamento: com o iPad 2 custando o mesmo preço e vários concorrentes com Android chegando às lojas, o que o TouchPad terá de especial? O webOS pode ser um belo sistema, mas só o tempo dirá se ele conseguirá sustentar a plataforma — e se a HP, que promete espalhar o software em mais smartphones e computadores, conseguirá criar um grande ecossistema. Segue trecho do release:



“O que torna o HP TouchPad uma alternativa interessante aos produtos concorrentes é o webOS”, diz Jon Rubinstein, vice-presidente sênior e gerente geral da Unidade Palm Global Business, da HP. “As características e a flexibilidade incomparáveis da plataforma continuarão a diferenciar os produtos da HP do resto do mercado, tanto para o uso pessoal quanto profissional. Isso é apenas o início do que a HP é capaz de fazer com o webOS”.

Com o webOS, os usuários do HP TouchPad terão uma experiência de multitarefa acima da média, acesso à internet, áudio de alta qualidade com alto-falantes estéreos com tecnologia Beats Audio, a capacidade de encontrar informações tanto no aparelho quanto na nuvem usando o sistema Just Type, acesso integrado às informações pelo HP Synergy, e o sistema exclusivo da HP Touch to Share, para compartilhar endereços da web entre o TouchPad e os smartphones com webOS compatíveis.

Por enquanto, não há previsão de chegada do tablet no Brasil — sequer sabemos se a Palm, agora na HP, finalmente trará seus novos aparelhos para o país. Mesmo assim, fica a questão: você escolheria o TouchPad? [HP]