Nesta quinta-feira (1°) mais cedo eu contei aqui no Gizmodo sobre uma parceria do Tribunal Superior Eleitoral com o WhatsApp para, além de informar os usuários sobre local de votação e medidas contra o coronavírus, tentar barrar a propagação de fake news pelo aplicativo. Agora, o Google também entrou na jogada e anunciou uma ação conjunta com o TSE para tirar algumas das principais dúvidas do período eleitoral marcado para este fim de ano.

Começando pelo principal produto do Google: a busca. A partir de agora, quando você pesquisar por termos específicos, a plataforma exibirá resultados pertinentes e muito mais completos. Ao buscar “Como votar”, por exemplo, aparecerá um painel com informações oficiais fornecidas pelo TSE indicando quais documentos são necessários, como usar a urna eletrônica, qual a ordem de candidatos para votar e qual o horário da votação.

Todo o material informativo foi formulado pelo TSE. Inclusive, o Google disponibiliza desde abril um painel de informação com orientações e dúvidas sobre o título eleitor. Além disso, durante as Eleições 2020, o Google vai promover lives em parceria com o Tribunal para tratar temas como desinformação, protocolos sanitários para o dia da votação e mitos sobre o processo eleitoral. As lives serão divulgadas nos perfis do Google e do TSE nas redes sociais.

O combate às notícias falsas também faz parte da parceria do Google com o TSE. “Levamos o combate à desinformação muito a sério no Google. Temos políticas bastante restritivas sobre conteúdo fraudulento, incitação ao ódio, conteúdo violento, assédio, entre outras. Estas políticas são aplicadas de maneira rigorosa ao mesmo tempo em que buscamos destacar conteúdo de qualidade para nossos usuários”, diz a empresa em comunicado.

Embora não informe exatamente quais medidas está implementando para reduzir o impacto das fake news, o Google reforça seu compromisso para com o usuário final, e que o objetivo “é que a Busca seja cada vez mais uma aliada do eleitor, principalmente na luta contra a desinformação”.

Neste momento de pandemia, também terão destaque os cuidados sanitários indicados pelo Tribunal para os dias de votação, para que o eleitor compareça à sua seção eleitoral e vote com segurança.

A parceria entre o TSE e o Google vai até o dia 19 de dezembro de 2020, quando se encerra o período eleitoral.