Bem-vindo ao nosso Guia anual de configuração de smartphones novos. Alguém cansado daquele seu celular lajotão antigo que você usava fazia alguns anos te deu um smartphone novinho. E agora?

Começando

Ao saírem da caixa, a maioria dos smartphones não são tão “smart”. Na realidade, muitos são quase ignorantes. Preparar seu novo parceiro de bolso significa algum tempo segurando-o e tocando na sua tela para marcar todos os itens de uma lista repleta de tarefas tediosas — mas necessárias. Não se preocupe, estamos aqui para ajudá-lo. Lembre-se: este dispositivo será uma companhia constante pelos próximos meses ou até anos. Assim, você vai querer começar o relacionamento de forma positiva.

Mantenha a bateria saudável



RIP bateriaNão importa qual smartphone você ganhou ou comprou no Natal, o ponto fraco dele provavelmente é a bateria. Tratar seu Li-on com respeito não só estenderá a vida útil do seu aparelho, mas também pode aumentar o valor de revenda — para o caso de você querer passá-lo para frente antes do tempo. Para a sua sorte, praticamente todas as grandes fabricantes dão uma força aqui, incluindo a Apple e a RIM (BlackBerry). Resumindo: descarregue totalmente a sua bateria antes de recarregá-la. Faça isso pelo menos uma vez por mês e tudo ficará bem.

Migrando seus dados

Contatos no AndroidContatos: se você estiver passando de um dispositivo iOS para outro (o mesmo vale de Android para Android), uma boa sincronia deve ser o bastante para mover seus contatos — não se esqueça de conectar seu celular ao iTunes se o seu backup é feito dessa forma. Mas se você estiver passando de um dumbphone para um smartphone (ou trocando de ecossistema), aqui estão algumas opções para mover seus contatos para o novo aparelho:

  • Se você tiver um smartphone GSM (o padrão predominante no Brasil), você pode usar o SIM card para fazer a transferência. A maioria dos celulares, simples e mais complexos, tem uma opção do tipo “copie todos os contatos” para o SIM card. Depois de fazer isso, simplesmente remova o cartão e insira-o no novo celular. Assegure-se de migrar todos os contatos do SIM card para a memória do smartphone.
  • Novamente, se você estiver saindo de um Android para outro e já tem uma conta Google, tudo o que precisa fazer é logar na sua conta no novo smartphone e sincronizar todos os seus contatos. Fácil. O mesmo vale para o iPhone. Se você ainda não se cadastrou pelo menos na conta gratuita do iCloud, faça isso antes de mudar — é a forma mais fácil de migrar contatos entre smartphones Apple.
  • No Windows Phone, use redes sociais para inundar seu aparelho com seus amigos. Conecte-se às suas contas no Facebook, Twitter e Google, e tudo será sincronizado automaticamente.

Email no iPhoneEmail: o email é, provavelmente, o tipo de informação mais importante de que você precisará no seu novo smartphone e, felizmente, é um dos mais fáceis de configurar. Se você já tiver uma conta Google ou iCloud, tudo o que você precisa fazer é logar e suas caixas de entrada aparecerão automaticamente. Aqui estão os guias das fabricantes para ter seu email em seu smartphone: iOS, Android e Windows Phone.

Calendário: usuários do Google Agenda e do iCloud têm, novamente, mais facilidades aqui. Se você estiver usando um novo smartphone Android, seus compromissos sincronizarão automaticamente. Da mesma forma, o iPhone puxará todos os compromissos sincronizados com o iCloud. Apenas certifique-se de permitir que os calendários sincronizem.

Mídia e sincronia

Mesmo com toda essa badalação em torno de arquivos sincronizados na nuvem, você ainda pode ter que recuperar suas músicas e fotos do seu aparelho à moda antiga. Para o iPhone, você precisará baixar o iTunes se ainda não o tiver. Ele é a sua parada para sincronizar músicas, vídeos, livros, fotos, apps e, se não for fã do iCloud, também pode sincronizar email, calendários e contatos a partir de lá. Os usuários de Windows Phone devem usar o Zune Software. Para quem tem um BlackBerry, basta baixar o BlackBerry Desktop Manager. Por fim, se você está com um novo Android ou BlackBerry, pode ignorar os apps “recomendados” e usar o doubleTwist, um ótimo player de mídia com sincronia over the air.

Converter vídeo: seus 32 GB estão sedentos por conteúdo. Mas você não pode simplesmente copiar todos aqueles vídeos estocados em seu disco rígido para o seu smartphone. Primeiro, é preciso convertê-los para os formatos corretos com algo como o Handbrake. Verifique a resolução da tela do seu novo smartphone e então converta os vídeos para o formato h.264, obviamente naquela resolução. A maioria dos novos aparelhos rodará os vídeos sem gargalos.

Apps? Apps. Apps!

Apps

Claro. Abaixo estão as listas de apps curadas e mantidas pelo Gizmodo US. Tem muita coisa boa, apesar de deixar de lado apps focados no Brasil:

Truques e dicas para cada sistema móvel

Não importa se você está vindo para um novo e inexplorado sistema operacional móvel, ou se já é veterano no manejo do smartphone, temos algumas dicas legais para seu novo dispositivo:

iOS: compilamos os melhores novos recursos do iOS 6 bem aqui.

Android: o Android ama ser personalizado. As últimas versões do sistema do Google vieram cheias de novidades incríveis. Confira as melhores da 4.1 aqui e as 4.2, aqui.

Windows Phone 8: ele ainda não chegou ao Brasil, mas tem alguns truques legais anunciados no dia do lançamento. Veja aqui as últimas novidades do Windows Phone 8.

BlackBerry: você pode dar uma olhada no site oficial de dicas e truques do BlackBerry ou ler a grande lista do TechRadar (ambos em inglês).

Os acessórios

Vai uma capinha aí?Nenhum smartphone é perfeito. E, de verdade, é fácil embarcar na onda de acessórios que suprem essas lacunas inevitáveis. Resista a essa tentação, você só estará colocando mais dinheiro em um dispositivo que não estará mais contigo em alguns meses ou poucos anos. Dito isso, há alguns investimentos que você pode fazer que realmente valem a pena. Aqui, a nossa lista:

Uma capa: todo o Gorilla Glass do mundo não salvará o seu smartphone de uma queda direta no concreto. Você possivelmente vai querer usar uma capa. Para o iPhone, dê uma lida na nossa cobertura de capas para iPhone e decida qual funciona melhor para o seu estilo (embora nós adoremos viver perigosamente, deixando o aparelho totalmente desnudo). Para outros smartphones, complica um pouco — mas a OtterBox faz capas bem resistentes para dispositivos não-Apple e envia para o Brasil. Lembre-se, você está andando por aí com um minúsculo e caro computador. A menos que você seja muito cuidadoso, procure uma capa capaz de proteger os cantos e as partes mais sensíveis do seu smartphone.

Fones de ouvido: seu novo smartphone é, agora, seu principal player de música. Os fones de ouvido que vêm com os aparelhos não são lá grandes coisas, mas podem quebrar o galho. Se quiser elevar a qualidade sem gastar muito, aqui tem algumas boas opções.

Espaço: a menos que você esteja com um iPhone, a maioria dos smartphones vem com um slot para cartão microSD que permite expandir o espaço interno. Se o seu novo smartphone vier com menos de 2 GB, você precisarão de mais espaço. Você acha cartões microSD de 8 GB por até R$ 21, ou pode partir para um serviço de streaming de música, como o Rdio, e jamais ter que se preocupar com espaço para músicas novamente.

Cabos: ter um cabo de recarga extra para o seu smartphone nunca é uma má ideia. Para praticamente todo smartphone diferente do iPhone, isso significa um cabo microUSB. Compre o mais barato que encontrar — eles são todos idênticos.

Foto: photastic/Shutterstock