Pode respirar aliviado. A Twitch, plataforma de streaming de vídeo com mais de 15 milhões de usuários diários, afirmou que nenhuma senha foi exposta no recente ataque hacker — que capturou uma série de dados sigilosos da empresa. Segundo uma atualização recente, os hackers não tiveram acesso a dados de login e nem dados bancários.

Após analisar o caso, a Twitch afirmou que o impacto foi mínimo e afetou apenas uma pequena parcela dos usuários. Entre as informações obtidas e vazadas pelos hackers, está o código-fonte da empresa, uma plataforma desenvolvida pelo Amazon Game Studio para concorrer com o Steam e informações sobre o pagamento de streamers. Gaules e Alanzoka foram alguns dos streamers brasileiros que tiveram dados pessoais vazados após o ataque criminoso à empresa.

A violação foi possível por conta de uma falha na alteração da configuração do servidor, que de acordo com a empresa, já foi corrigida. Essas mudanças nas configurações são realizadas durante tarefas de manutenção. Uma configuração equivocada pode gerar vulnerabilidades que permitam acesso de pessoas não autorizadas nos servidores da empresa. “Adotamos medidas para proteger ainda mais nosso serviço e pedimos desculpas à nossa comunidade”, afirmou a Twitch.

Assine a newsletter do Gizmodo

Os dados roubados no ataque hacker foram disponibilizados para download em um fórum do 4chan. O usuário que publicou o arquivo de 125 GB declarou que seu intuito era “promover inquietação e competição no espaço de streaming de vídeo online”, além de afirmar que a comunidade é “tóxica”.