Há alguns meses, surgiram fortes evidências de que o Twitter iria atuar na área de e-commerce. Agora, alguns usuários verão a opção de comprar produtos diretamente nos próprios tweets. A rede social virou vitrine.

Realizar a compra é simples: toque em “Comprar”, escolha o modelo (tamanho da camiseta, por exemplo) e toque em “Comprar agora”. Digite os dados para pagamento e entrega – que serão armazenados na sua conta para compras futuras – e toque em “Confirmar”.



Suas informações – como o número do cartão de crédito e o endereço de entrega – serão “criptografadas e armazenadas de forma segura” em uma parceria com a Stripe, uma startup de pagamentos. No ato da compra, elas serão enviadas à empresa que vende o produto.

Por enquanto, o novo botão “Comprar” só vai aparecer nos tweets de um grupo seleto de artistas, marcas e instituições de caridade – como Burberry, (RED) e Megadeth.

O botão estará disponível inicialmente para usuários nos EUA, nos apps para iOS e Android. Mas, assim como as propagandas, a opção “Comprar” deve ganhar mais espaço na rede social. Em julho, o Twitter comprou a CardSpring, empresa que permite criar apps para pagamentos, cupons, entre outros.

Esta não é a única iniciativa para transformar as redes sociais em vitrines. Em julho, o Facebook começou a testar um botão “Comprar” no feed de notícias, por enquanto limitado a “algumas empresas de pequeno e médio porte nos EUA”. O Snapchat, por sua vez, fez requerimento para registrar duas marcas relacionadas a pagamentos. Afinal, alguém tem que pagar por esses serviços gratuitos. [Twitter]