O Twitter detalhou mudanças nas regras para usar seu API. Entre elas, agora o Twitter vai limitar a quantidade de usuários que podem usar apps de terceiros para acessá-lo.

Basicamente, clientes como Tweetbot e Twitterific agora possuem um limite máximo de usuários. O novo limite, válido apenas para apps de terceiros, considera a base atual de usuários. Para x usuários, o app poderá ter apenas 2x daqui para frente. Chegando ao limite, o Twitter tem que deixar ou não o app servir a mais usuários.

E tem mais. As diretrizes para exibir tweets em apps de terceiros se tornaram requerimentos. Se o app não obedecê-los, “nós nos reservamos ao direito de revogar sua chave de aplicativo”, diz a empresa. Como nota Marco Arment, as regras são tão rígidas que isso tornaria os apps de Twitter praticamente iguais. Só que o próprio Twitter recomenda não criar apps que “imitem ou reproduzam a experiência padrão do cliente Twitter para consumidores”.

O Twitter também vai exigir que tweets não sejam agrupados com outros conteúdos numa mesma timeline. Por exemplo, não será permitido aos apps reunir atualizações do Twitter e Facebook num mesmo lugar. Marco Arment diz que isto pode ser o motivo para o CEO do Flipboard – app que reúne conteúdo dos tweets e outras fontes num só lugar – sair do conselho administrativo do Twitter.

As outras regras incluem um limite diferente para tuitar/retuitar/enviar DMs através de apps de terceiros: o limite é de 60 por hora para cada atividade (tuitar, favoritar, DM etc.). Antes, o limite era de 350 para todas as atividades somadas.

E por que o Twitter está implementando tantas mudanças? A aposta mais segura é a preocupação com tweets patrocinados: eles querem rentabilizar o Twitter, e apps de terceiros – que não exibem esses tweets – seriam um problema. Então, eles estão limitando a forma como os usuários acessam o Twitter.

O período de migração para a nova API será de seis meses. Até lá, o Gizmodo americano reuniu os diversos clientes que devem ser afetados pela mudança:

Provavelmente serão afetados:

Tweetbot
Tweetcaster
Seesmic
UberSocial
Plume for Twitter
Twitterrific

Provavelmente não serão afetados (foram citados pelo Twitter como bons exemplos):

HootSuite
Favstar.fm
Storify

Está ileso (pois o Twitter é dono):

TweetDeck

Se o Twitter realmente estiver fechando sua plataforma para terceiros, pelo menos o “twitterati” já tem para onde migrar.

[Twitter via Marco Arment e Phandroid]