Um dos grandes diferenciais do Twitter é o fato de mostrar os tuítes em ordem cronológica. No entanto, o microblog deve mudar a timeline da rede e fazer com que as publicações apareçam baseado em um algoritmo, segundo o BuzzFeed News. No fundo, o Twitter ficará um pouco como o Facebook e passará a priorizar conteúdos mais populares.

As mudanças devem acontecer ainda na próxima semana, de acordo com o BuzzFeed News, porém, ainda não está claro se o recurso será compulsório a todos os usuários ou opcional. O Twitter não se pronunciou oficialmente sobre as possíveis mudanças.

Desde que abriu o capital, em 2013, o Twitter implementou um monte de mudanças. Inseriu vídeos com auto-play, mudou o botão RT, fez pequenas edições na timeline com o recurso “enquanto você estava ausente”, apresentou o Periscope e, mais recentemente, lançou o Moments, uma ferramenta de storytelling através de tuítes.

A mudança na timeline seria a última grande tentativa da companhia de tornar o Twitter mais relevante. Em vez de mostrar os conteúdos mais recentes, a rede tem como objetivo exibir postagens mais populares para o usuário.

A funcionalidade, também segundo o BuzzFeed News, já está sendo testada com um número restrito de pessoas.

Entre os usuários da rede, a notícia caiu quase como uma bomba. Não faltam pessoas comentando que a “Facebookização da rede” será a morte do Twitter.

Não sei se, de fato, será a morte, mas é compreensível o movimento da companhia em promover mudanças, pois precisa ganhar mais dinheiro e novos usuários. Atualmente, a empresa fala que tem 320 milhões de tuiteiros ativos (a título de comparação, o Facebook já tem mais de 1 bilhão de usuários).

O Twitter é minha rede social favorita. No entanto, parece que é um grande clubinho fechado. Em um artigo recente, Walt Mossberg, do Re/code, chamou a chamou de “secret-handshake software”, algo que é tão complicado que, como uma sociedade secreta, apenas iniciados sabem os rituais para desbloquear seu potencial.

De fato, o Twitter pode ser difícil para usuários novos, pois o feed não para, a decisão de seguir pessoas relevantes é complicada e os comandos podem ser um pouco confusos para não iniciados: qual a diferença de um retuíte para uma citação de tuíte? Em quais ocasiões devo usar ponto antes da arroba de um usuário?

Pessoalmente, não sei se a mudança será boa. Pelo menos, mostra que a empresa não está em estado de letargia (ou que seus investidores querem retorno o quanto antes). Vamos aguardar para ver como será.

Atualizado às 14:05.

[BuzzFeed News, The Verge e Re/code]

Imagem do topo: Logotipo do Twitter no escritório da empresa em São Paulo (crédito: Divulgação)