Muita gente choramingou, reclamou e suplicou por uma função para editar tweets. Talvez ela não chegue exatamente como alguns usuários desejam, mas nem por isso o microblog deixou de ouvir seus utilizadores. Tanto é que um recurso similar pode estar a caminho – e promete ser ainda melhor do que a possibilidade de simplesmente modificar postagens.

De acordo com o 9to5Mac, a função em si não vai permitir editar tweets, mas sim removê-los antes de serem publicados no perfil do usuário. A novidade foi descoberta por Jane Manchun Wong, especialista em engenharia reversa e mineradora de dados.

Ao escrever uma mensagem e clicar no botão de enviar (seja intencionalmente ou por engano), o Twitter pode começar a exibir um temporizador para desfazer o envio. Mas isso deverá exigir bastante agilidade dos usuários, já que essa opção duraria apenas cinco segundos após a mensagem ser tweetada. Viu só? Não é um botão de edição, mas já ajudaria em situações específicas, como quando você escreve uma frase com um erro gramatical ou enviou uma resposta para a pessoa errada, por exemplo.

Não está claro quando o recurso de desfazer tweet será implementado ou se é apenas o teste de uma alternativa que pode nunca chegar aos usuários. No entanto, o Twitter é uma das redes sociais que mais tem apostado em mudanças constantes para aprimorar a experiência de uso na plataforma. Além disso, seria um recurso diferente do que a companhia vem fazendo nos últimos meses, uma vez que praticamente todas as novas funções são cópias de outros serviços, como o lançamento dos Fleets e mais recentemente do Spaces.

O botão de edição tem sido um dos recursos mais solicitados do Twitter, mas o CEO Jack Dorsey disse no ano passado que quase certamente nunca será implementado porque não é a mesma coisa do que deletar uma mensagem inteira. A diferença aqui é que o risco de tweetar algo controverso (e até perigoso) pode ser um pouco maior do que enviar mensagens de texto que poderiam ser editadas depois, principalmente dependendo de quantas pessoas leem aquele conteúdo. Existem outras desvantagens óbvias em um recurso de edição: um usuário mal intencionado poderia induzir ou responder outras pessoas e, ao alterar o tweet original, poderia mudar o contexto das demais respostas.

“Começamos como um serviço de SMS. E como todos vocês sabem, quando você envia uma mensagem de texto, você realmente não pode voltar atrás. Queremos preservar esse conceito, então provavelmente nunca teremos um botão para editar tweets”, declarou Dorsey em um vídeo do YouTube ao discutir as perspectivas desse tipo de recurso.