A partir desta terça-feira (8), não será mais possível fazer pedidos de restaurantes no Uber Eats. O anúncio do encerramento do serviço já havia sido feito pela Uber em janeiro deste ano.

Segundo a empresa, a plataforma trabalhará agora somente com a função de supermercado, por meio da Cornershop e de entregas corporativas. O encerramento das atividades seria parte de um processo de reestruturação da companhia, que tem sofrido no segmento de entrega de comida no mercado nacional diante do domínio do iFood.

Apesar de deixar um dos principais segmentos, o aplicativo afirma querer expandir o Uber Direct, uma opção corporativa que permite que lojas façam entregas no mesmo dia para seus clientes, e em meios de transporte, como motos e táxis, para oferecer seus produtos.

“Nosso principal objetivo daqui para frente será oferecer acesso à maior e melhor seleção de supermercados, lojas especializadas, pet shops, floriculturas, lojas de bebidas e outros artigos no aplicativo do Uber Eats”, afirmou a empresa em janeiro.