Cancelar uma corrida no Uber pode trazer mais dor de cabeça do que começar uma nova viagem. Isso porque os usuários tinham cerca de cinco minutos para interromper a solicitação. Pois é, tinham, já que esse tempo ficou ainda menor após uma atualização da companhia. As novas regras já estão valendo em todo o Brasil.

De acordo com a Uber, que começou nesta semana a alertar os usuários por e-mail, o tempo para cancelamento gratuito agora é de apenas dois minutos. Se o passageiro exceder esse limite, o app então mostrará quanto deverá ser pago, informando o usuário sobre a cobrança, que tem valor mínimo de R$ 5.

Além disso, se você deixar o motorista esperando por mais de cinco minutos no local de embarque o condutor ou você desistirem da viagem, também será cobrada uma taxa de cancelamento, também no valor de R$ 5. A taxa é variável, o que significa que, dependendo do tempo de espera até um eventual cancelamento, você poderá pagar mais caro. Segundo a Uber, o valor máximo da multa é de R$ 20.

“A partir de 21 de setembro de 2020, a taxa de cancelamento de viagem será diferente. Isso vai deixar o sistema mais justo. O valor da taxa será calculado com base no tempo e distância percorridos pelo motorista parceiro desde a solicitação da viagem até o momento do cancelamento. Nossas equipes trabalham para garantir que a taxa seja cobrada de forma justa”, diz a Uber em comunicado.

E um detalhe importante: se você optar pelo pagamento em dinheiro, a multa é aplicada em cima do valor da próxima viagem que você fizer. Caso utilize um cartão de débito ou crédito, então as taxas são debitadas instantaneamente.