Se você pegar uma carona no Uber e o motorista ultrapassar os limites de velocidade, não será sua palavra contra a dele, no caso de reclamação. A empresa anunciou que começou a usar o giroscópio e dados de GPS para monitorar o comportamento dos motoristas.

Em um blog post, Joe Sullivan, chefe de segurança do Uber, explica o novo recurso:

“O giroscópio dos smartphones pode medir pequenos movimentos, enquanto GPS e acelerômetro mostram a frequência com que um veículo se movimenta e para, assim como sua velocidade. Se um passageiro reclamar que o motorista está indo muito rápido, nós podemos analisar sua viagem usando dados. Se o feedback for correto, nós iremos entrar em contato com o motorista. Em caso contrário, usaremos a informação para assegurar que a pontuação do motorista não seja afetada.”

A ideia é gradualmente melhorar a segurança e a satisfação dos usuários. Apesar disso, não falaram nada sobre se você poderá escolher por um motorista que corre bastante — caso isso seja o que você procura.

[Uber]

Imagem por Noel Tock sob licença Creative Commons