Quando o Uber chegou no Brasil, rolou uma desavença e tanto com os taxistas – não foi uma exclusividade do País, inclusive. Muita coisa rolou de lá para cá, algumas cidades adotaram regulamentações e agora o aplicativo e os táxis poderão fazer as pazes. A empresa anunciou que permitirá o cadastramento de táxis como uma das modalidades de corrida na cidade de São Paulo.

São Paulo será a segunda cidade da América Latina com essa opção; a primeira foi Santiago do Chile no mês passado. Outras 22 cidades ao redor do mundo também contam com a modalidade, que na capital paulista pode oferecer algumas vantagens como circulação nas faixas de ônibus – o que pode agilizar bastante um trajeto na região central.

O cadastro de taxistas começa na semana que vem e a expectativa é que a modalidade apareça para os usuários “no próximo mês”.

O preço do Uber Taxi vai seguir a tabela de tarifas determinada pela legislação municipal. O usuário verá uma estimativa de valores ao pedir o táxi, que podem mudar ao decorrer da viagem.

No final da corrida, o taxista precisará incluir o valor calculado pelo taxímetro no aplicativo para que a cobrança seja realizada. O Uber explica que, neste primeiro momento, serão aceitos somente pagamentos digitais (cartão de crédito cadastrado no app ou saldo no app, por exemplo).

Tela do aplicativo do Uber na opção táxiCrédito: Uber

O comunicado da companhia diz que as viagens com taxistas contarão com todos os recursos de segurança oferecidos pela plataforma da Uber nas demais modalidades, como informações com nome do motorista, modelo e placa do carro e até o código de verificação que foi implementado recentemente.

Os taxistas interessados em aparecer na plataforma da Uber precisarão se cadastrar, assim como os motoristas de outras modalidades. Entre os documentos necessários estão CNH com a observação de atividade remunerada, documento do carro, Alvará, Condutax e a verificação de segurança com checagem de antecedentes.

A companhia informou ainda que a nova categoria terá acesso ao programa de assistência financeira implementado por causa da pandemia de COVID-19 e poderão pedir reembolso pela compra de máscaras e álcool em gel, caso cumpram os requisitos do app.