O supercomputador mais rápido do mundo não é mais o supercomputador mais rápido do mundo e, por isso, será desativado hoje. No Laboratório Nacional de Los Alamos, o IBM Roadrunner será substituído por um computador mais rápido, mais barato e mais eficiente em energia, o Cielo.

O Roadrunner custou US$ 121 milhões e foi o primeiro computador a consistentemente computar um Petaflop, ou um quadrilhão de cálculos matemáticos por segundo. Começando em 2008, seu poder ajudou pesquisas com lasers, vírus, armas, cosmologia e mais. O Roadrunner ocupa 6.000 metros quadrados, usa 278 racks para guardar seus processadores e está conectado por 88 km de cabos de fibra óptica.



Após o início do desligamento, os pesquisadores em Los Alamos gastarão um mês testando a compressão de memória do sistema operacional do Roadrunner e seu roteamento de dados. Supercomputadores menores e mais baratos estão sendo desenvolvidos pela IBM e outras empresas, mas até o seu desligamento hoje o Roadrunner ainda estava entre os 25 supercomputadores mais rápidos do mundo. Merece respeito. [Los Alamos National Laboratory]