Imagine 1.200 carrinhos em miniatura correndo por uma escultura cheia de curvas e tangentes, acelerando e fazendo barulho, todos ao mesmo tempo. Agora assista o vídeo. É o caos coreografado. Como pura alegria em estado cru, com inevitável repetições.

O local foi criado pelo artista Chris Burden e batizado de Metropolis II, onde de hora em hora 100 mil carrinhos passam pela cidade feita de blocos, tijolos, peças de Lego e deLincoln Logs. Trata-se de uma continuação do Metropolis I, também de Burden, que tem a mesma concepção mas usou apenas 80 carros. A nova obra está sendo construída no Museu de Arte de Los Angeles.

O nome da obra indica que a mensagem não seja exatamente “ebaaa, carrinhos!”. Parece algo mais perto de “nós viramos escravos da distopia urbana que nós mesmos criamos!”. Tudo bem. Desde que tenha carrinhos fazem vrum vrum pra todo lado, eu aceito a mensagem. [NY Times via Engadget]