O novo Android-sobremesa (todas as versões principais do Android são batizados com nomes de doces, e o Froyo – Frozen Yogurt – é o sucessor do Cupcake, Donut e Eclair) já foi liberado para alguns Nexus One. Você já recebeu a sua atualização? De qualquer modo, vamos dar uma olhada no que há de novidades bacanas.

O maior "graças a Deus" em termos de mudanças tem a ver com o Market, a loja de aplicativos. Nas versões anteriores do sistema, você recebia avisos quando atualizações estavam disponíveis para os seus aplicativos. Aí você tinha que entrar na seção downloads do Mercado, clicar em um aplicativo que desejasse atualizar, ver as notas de atualização, ver e concordar com novas permissões e termos de serviço, e só então clicar no botão Atualizar. Aí pronto: você atualizou um aplicativo, e precisa fazer tudo de novo para os outros que têm atualizações disponíveis.

No Froyo, você simplesmente usa o botão "Atualizar tudo". Talvez um ou outro aplicativo peça uma autorização especial de hardware ou que você concorde com mudanças no termo de serviço, mas de modo geral o processo de atualização foi facilitado enormemente.

Outro recurso não muito óbvio do Android 2.2 é a sua capacidade de se conectar aos servidores de nuvem do Google de maneiras que possibilitem aplicativos muito legais. Isso significa que veremos incríveis novos avanços em sincronização de música e imagens no futuro. Mas por enquanto você já ganha acesso a aplicativos como o Chrome to Phone e o Android2Cloud, que mandam links, mapas e até texto do seu Android para o seu Chrome ou Firefox de casa e vice-versa, instantânea e remotamente.

As outras três maiores novidades do Android 2.2 são suporte a Flash, performance de Javacript perceptivelmente melhorada no navegador e capacidades de tethering/hotspot portátil. Ah, e tem suporte ao Microsoft Exchange também. Mas há várias melhorias mais sutis na interface também. Entre elas, a minha favorita é provavelmente a mais simples: o novo dock da tela inicial, que você pode ver na parte de baixo da screenshot que abre este post. Ela te dá acesso direto às três coisas que você geralmente tem mais pressa em acessar no seu telefone: o discador, as aplicativos e o navegador. (Compare com este screenshot do Android 2.1.)

Hotspot portátil e tethering USB

O Froyo torna desnecessários aplicativos como o PdaNet ou fazer alterações mais profundas na conexão de dados do seu celular para entrar na internet com o seu notebook. Com o Android 2.2, você pode transformar o seu celular em um hotspot Wi-Fi onde outros aparelhos podem se conectar. É só habilitar a opção na área de configurações wireless, dar um nome ao ponto de acesso, opcionalmente configurar uma senha WPA2 PSK. Eu não tenho certeza de quais são as limitações impostas a isso pelas operadoras, mas até oito aparelhos podem se conectar à rede Wi-Fi disponibilizada pelo seu celular a partir da rede 3G ou EDGE.

O tethering USB – usar o seu telefone como um modem USB em um computador – está disponível para Windows e Linux, não para Mac. Usuários do Windows XP precisam baixar um driver, mas no Windows Vista, 7 e Linux basta habilitar a opção e ligar o celular no computador via USB.

Seleção de texto em email e páginas da internet

O recurso não é tão bem implementado quanto no iPhone OS, mas no Froyo é possível selecionar e copiar texto que não está dentro de um campo de inserção. Por enquanto só vi isso sendo possível no GMail e no navegador, mas espero que com o tempo isso se torne padrão em mais aplicativos.

Em uma página do navegador ou no email, para selecionar o texto, entre no menu Ajustes e depois clique em Mais, e só então em Selecionar Texto (sim, são passos demais).

 

 

 

Você vai notar um pequeno cursor de mouse na tela. Toque na tela e arraste o dedo por cima do texto que quer copiar. Ele vai ficar cor-de-rosa e será automaticamente copiado para a área de transferência.

O processo está muito enterrado em opções e menus, e envolve passos demais neste momento, mas é melhor que nada.

 

 

 

 

 

Suporte a Flash

Um beta do plugin do Flash 10 para o navegador do Android está disponível no Mercado – basta procurar por "flash" e baixar. Funciona como o esperado. O com o plugin habilitado, você verá players de vídeo em flash e banners também, assim como webgames. Eu consegui jogar aquele joguinho do Pac-Man que ficou no lugar do logo do Google por um dia, e ele tinha som (que é a única parte do jogo que envolve Flash). Consegui assistir a vídeos do YouTube normalmente na página. Só não consegui fazer funcionar o Hulu e o Vimeo, nem com alguns ajustes. O primeiro me avisou que o meu aparelho não era suportado, e o segundo disse que eu precisava do plugin do Flash 10. Logo, o Flash para Android ainda está em Beta… mesmo.

 

 

Se você não necessariamente quer ver cada pedacinho em Flash de cada site, você pode entrar nas opções e habilitar o uso de plugins "sob demanda", em vez de sempre ligado ou desligado. Isso significa que quando você visitar uma página com algum conteúdo em Flash, você precisar dar um toque no dito conteúdo para que ele carregue com o plugin. Não fiz testes extensivos com isso, mas imagino que seja uma ótima opção também para economiar bateria.

 

 

 

 

 

Auto-Avançar do GMail

No cliente nativo do GMail, é fácil se mover para uma mensagem mais antiga ou mais recente usando as setas na parte de baixo da tela. Agora você pode configurar o GMail para pular automaticamente para a próxima mensagem, ou a mensagem anterior, quando você deletar ou arquivar a que está sendo exibida.

 

 

 

 

 

Integração com Twitter

A maioria dos meus amigos está no Twitter, não no Facebook, então fico feliz que o último tweet de cada contato meu apareça abaixo do nome dele no cartão de contato. O Android 2.1 começou com essa forma de integração com rede social com o Facebook, e esta é a mesma funcionalidade, agora também para o Twitter. Se um contato seu tem contas no Twitter e no Facebook, a última atualização feita, não importa em qual dos dois, é a que aparecerá.

Eu só queria que o Froyo tivesse integração com o Flickr da mesma forma que a HTC Sense UI no meu novo EVO.

 

 

 

Menus suspensos

A caixa de busca Google do Android, que eu uso constantemente, agora tem um menu suspenso que aparece abaixo do ícone do Google e permite escolher o tipo de resultado que você deseja. O Android 2.1 introduziu esse tipo de menu dentro do GMail e da lista de contatos; é legal ver que está se expandindo.

 

 

 

 

 

Gerenciador de Aplicativos melhorado

O Gerenciador de Aplicativos do Froyo tem uma nova interface com abas que torna bem mais fácil achar logo aquilo que você quer verificar.

 

 

 

 

 

 

 

Controles de câmera melhorados

Os controles de câmera do Froyo são muito mais fáceis de encontrar e usar, e eles viram para ficar na mesma orientação em que você está segurando o telefone. No 2.1 você precisava deslizar um painel para mudar configurações de câmera. No Froyo, pequenos ícones sempre estão alinhados na lateral da imagem e te dão acesso direto a zoom, foco, exposição, flash e geolocalização.

 

 

 

 

 

Webapps pesados no JavaScript funcionam bem

Independente do que tenha acontecido, fiquei muito feliz de ver que o Google Wave funciona, e muito bem, no Froyo. No 2.1, depois de passar por um aviso de que você deveria usar um navegador melhor, o Wave fatalmente daria pau depois de um minuto de uso. No Froyo nada disso acontece. O aviso sumiu e eu consigo usar por quanto tempo eu quiser, mesmo visualizando e editando waves longas e pesadas. Aleluia! Sem dúvida isso é resultado da melhoria do desempenho de JavaScript do Froyo.

* * *

Quanto mais eu uso o Android 2.2, mais eu percebo coisinhas novas. Se você já está usando também e viu algo legal que eu não citei, diga aí nos comentários!