Péssima notícia: o Sol passou por uma enorme explosão magnética. A explosão solar, classificada por cientistas como “extrema”, passará pelo nosso planeta nos próximos dias.

Explosões solares, como já explicamos, são resultado de ejeções de massa coronal – eventos onde o Sol cospe enormes quantidades de energia na forma de plasma. As explosões resultantes enviam nuvens de partículas carregadas para o espaço.

Felizmente, o pior vai passar por cima da Terra, então parece que mesmo que o evento cause algumas perturbações nos nossos grids de energia, satélites e transmissões de rádio, será algo temporário, disse Tom Berger, diretor do Centro de Previsão Espacial do Tempo em Boulder, Colorado (EUA), em uma entrevista à Associated Press.

Apesar de causar auroras maravilhosas, tempestades solares podem ser extremamente perigosas. Elas podem derrubar grids elétricos e satélites, nos deixando em uma escuridão global sem telecomunicações ou GPS, talvez por anos. Em 2012, escapamos por pouco de sermos fritos após uma tempestade solar atravessar a órbita da Terra (felizmente, estávamos do outro lado do Sol). [Business Insider]