O humor é uma importante expressão da cultura popular brasileira. A sociedade sempre se definiu pelos contrastes, pelas desigualdades e os paradoxos do dia a dia são captados com mais competência pelo olhar cômico. Uma mãe que tem uma relação atrapalhada com seus filhos, a executiva que abre mão da sua vida pessoal, os problemas conjugais de um casal que caiu na rotina, uma comunidade marcada pelas contraposições. É um prato cheio para a comédia.

Pensando nisso, em parceria com o Telecine, separamos algumas indicações de filmes brasileiros que te farão cair na risada. Confira!

Minha mãe é uma peça

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano (Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Sueli Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado.

“Minha Mãe é uma Peça – O Filme” chega escorado em mais de um milhão de espectadores ao longo de seis anos de teatros cheios Brasil afora. O acervo de situações cômicas fáceis de assimilar é grande e o roteiro ainda tratou de acrescentar momentos melodramáticos, coisa que o público adora. Ou seja, é a perfeita combinação da fome com a vontade comer. Entretanto, o grande trunfo do longa é a atuação impecável de Paulo Gustavo.

Assista no streaming do Telecine.

De Pernas para o Ar

Alice (Ingrid Guimarães) já passou dos 30, é casada com João (Bruno Garcia), tem um filho e é uma executiva bem sucedida. Na verdade, ela é uma típica workaholic, que tenta se equilibrar entre a rotina de trabalho e a família, mas perde o emprego e o marido no mesmo dia. É quando ela passa a contar com a ajuda da vizinha Marcela (Maria Paula), que mostra que é possível ser uma profissional de sucesso sem deixar os prazeres da vida de lado. Para isso, Alice vira sócia da nova amiga em um sex shop falido e descobre os prazeres dos sex toys.

O longa fala de questões delicadas, que não costumam vir a público, como a do orgasmo feminino. Por este lado é um filme interessante, que toca mais fundo no público feminino por se reconhecer na história. Afinal de contas, é o relacionamento da mulher com o sexo que está em jogo, em um mundo onde é também cobrada para ser uma boa profissional, uma boa dona de casa, uma boa esposa e uma boa mãe. E, ainda por cima, diante de um universo machista.

Assista no streaming do Telecine.

Vai que Cola

Após ser vítima de um golpe que roubou todo seu dinheiro, Valdomiro (Paulo Gustavo) se muda para a pensão da Dona Jô (Catarina Abdalla) no Méier, bairro localizado no subúrbio do Rio de Janeiro, onde pretende escapar da polícia. Para sobreviver, ele passa a vender quentinhas pelas redondezas. A situação muda mais uma vez quando Andrade (Márcio Kieling), seu ex-sócio, consegue fazer com que Valdomiro recupere sua cobertura no Leblon. Mas há um problema: como a pensão foi interditada pela Defesa Civil, Dona Jô e os demais moradores se mudam para a casa de Valdomiro.

A capacidade de rir de si mesmo é um dos maiores trunfos do longa-metragem. São várias as piadas envolvendo uma certa metalinguagem, onde Paulo Gustavo brinca com o fato de estar dentro de um filme e até mesmo conversa com o público, alertando sobre o que vem por aí. A quebra da quarta parede e a autoironia resultam em cenas divertidas.

Assista no streaming do Telecine.

Se eu fosse você

Cláudio (Tony Ramos) é um publicitário bem sucedido, dono de sua própria agência, e é casado com Helena (Glória Pires), uma professora de música que cuida de um coral infantil. Acostumados com a rotina do dia a dia e do casamento de tantos anos, eles volta e meia têm uma discussão. Um dia eles têm uma briga maior do que o normal, que faz com que algo inexplicável aconteça: eles trocam de corpos. Apavorados, Cláudio e Helena tentam aparentar normalidade até que consigam reverter a situação. Porém, para tanto, eles terão que assumir por completo a vida do outro.

O maior trunfo do filme é a naturalidade com que transita entre a comédia ligeira e a comédia vulgar, entre a fina observação das diferenças sexuais e o reforço de estereótipos clássicos. Entretanto, quem dita esse ritmo é Tony Ramos, que sempre consegue emprestar alguma doçura a seus personagens, transmitir o prazer que sente ao interpretá-los e mostrar-se confortável nos mais variados registros.

Assista no streaming do Telecine.

Experimente grátis!

Telecine é um hub completo de cinema. Joint venture da Globo e dos maiores estúdios de Hollywood, reúne mais de 2.000 filmes, dos mais variados gêneros, selecionados a partir de uma curadoria especializada e comprometida, que alia tecnologia e inovação para promover a melhor experiência. Pela internet, a plataforma de streaming é a única dedicada exclusivamente ao cinema. Lançamentos e clássicos de grandes estúdios de Hollywood, nacionais e do mercado independente compõem o acervo mais completo de filmes. Líder de audiência na TV paga no Brasil, reúne em seis canais lineares segmentados por gêneros as produções que o público quer ver. Pela internet ou na TV, Telecine proporciona o seu momento cinema quando e onde você quiser.

Experimente grátis!