Afinal, qual o tamanho da pirataria? Quando a empresa de segurança Avast percebeu que uma de suas licenças pagas estava sendo distribuída ilicitamente na internet, eles decidiram rastreá-la. Um ano e meio depois, os downloads chegaram a um milhão.

A licença foi comprada por uma empresa de 14 usuários no Arizona (EUA), de acordo com a PC Pro. De lá, ela entrou em sites de compartilhamento de arquivo o suficiente para chegar a 774.651 usuários, espalhando-se por mais de 200 países. De acordo com a Avast, dois dos computadores que instalaram o programa estavam na Cidade do Vaticano.

Mas a festa acabou: a Avast começou a mostrar avisos pop-up em computadores com o aplicativo baixado ilegalmente, que exibem os links para a versão gratuita e a versão paga do software. Aparentemente houve "algumas conversões", mas o valor real para a Avast pode vir é da publicidade que essa história está gerando, em posts como este. A gente compensa linkando para o Microsoft Security Essentials. [PC Pro via Geekosystem]