Por Bruno Izidro

Alma dos Soldados foi lançado recentemente para PS3 e PS4 e é certamente a melhor experiência de Cavaleiros do Zodíaco nos videogames, ao ponto de fazer renascer aquela criança dentro de você,que sintonizava a extinta rede Manchete para ver Meteoros de Pégaso e Cóleras do Dragão nas televisões de tubo dos anos 1990.



O grande atrativo do jogo é que além de poder controlar Seiya, Shiryu, Hyoga, Shun e Ikki nas batalhas que víamos na TV, ele vem com dublagem em português feita pelos mesmos atores do desenho, um antigo pedido dos fãs que dessa vez foi atendido pela Bandai Namco.

Como o modo principal do jogo segue a mesma história do anime a partir da icônica Batalha das 12 Casas (ou seja, nada de Cavaleiros de Aço) incluindo aí a novidade da Saga de Asgard, relembramos abaixo oito momentos marcantes de Cavaleiros do Zodíaco que aparecem em Alma dos Soldados.

Venha com a gente e faça elevar também o cosmo da sua nostalgia.

Seiya vs Aldebaran de Touro

A primeira grande luta na saga das 12 casas. Nela vimos pela primeira vez o quão poderosos eram os cavaleiros de ouro ao enfrentar Aldebaran de Touro, que por sinal é brasileiro. O embate é típico do que já tínhamos visto e na série, com os cavaleiros de bronze apanhando até conseguirem um milagre e se superarem no final.

No jogo, lutamos três vezes com Aldebaran até finalmente chegarmos ao final da luta que é lembrado até hoje, com Seiya quebrando um dos chifres do cavaleiro de ouro de Touro, uma marca que fica pelo resto da série.

O sacríficio de Cassius na Casa de Leão

A Casa de Leão é uma das mais marcantes da saga, não só pelas lutas, mas porque era quando Seiya chegava nela que a Manchete interrompia o desenho e voltava a reprisar desde o primeiro capítulo, algo que se repetiu umas três vezes até a emissora finalmente passar o restante da série.

Na época, o anúncio dos novos episódio de Cavaleiros do Zodíaco e a luta com Aiolia de Leão que passava na TV era tão hypeado quanto trailer de Star Wars hoje em dia, logo também virou o assunto durante o recreio do colégio.

Porém, o que vamos mostrar aqui é uma das cenas mais tristes de todo o anime, quando Cassius, antes o maior rival (literalmente) de Seiya se sacrifica para salvá-lo e por amor a sua mestra China.

No jogo, a cena é bem diferente do que acontece no anime, além de ter sido bem mais amenizada e sem tanto sangue quando no original.

Shun e Hyoga na Casa de Libra

Essa talvez seja a cena mais polêmica de todo o anime, quando Shun usa o calor do seu cosmo para salvar Hyoga, que estava congelado em um caixão de gelo. No original, o cavaleiro de Andrômeda fica em uma posição considerada considerada sugestiva para ajudar o amigo, o que sempre gerou piadas. Já no game, a cena foi levemente modificada para não dar margens a outras interpretações.

Os Cavaleiros do Zodíaco: Alma Dos Soldados_20151017232042

Seiya veste a armadura de Odin

Uma das novidades de Alma dos Soldados é a adição da Saga de Asgard, que só existe no anime. Apesar da temática dos guerreiros deuses baseados na mitologia nórdica ser legal, poucos momentos são memoráveis nessa fase.

A exceção fica para a última luta entre Seiya e a vilã Hilda, onde após apanhar (de novo), o Cavaleiro de Pégaso veste a armadura do deus Odin. No jogo, a armadura possibilita novos golpes graças a Espada de Balmung e um especial diferente.

Quando cavaleiros de bronze tornam-se dourados

O que todos esperavam desde quando o anime começou finalmente aconteceu na luta contra Poseidon. Os cavaleiros de bronze finalmente vestiram as armaduras de ouro.

Seiya já havia usado brevemente a armadura de Sagitário antes, mas dessa vez seria para uma verdadeira luta, afinal estavam enfrentando um deus.  Aliado a isso vimos que também Shiryu e Hyoga agora também eram dignos das armaduras de Libra e Aquário, que antes eram de seus mestres.

Infelizmente no jogo só é possível escolher Seiya para a lutar, ainda assim é muito bom executar o golpe final transpassando a flecha de Sagitário no deus dos mares.

Cavaleiros de Ouro vs Cavaleiros de Ouro

Os cavaleiros de ouro estão entre os mais fortes guerreiros de Athena e diziam as lendas que se dois deles se enfrentassem seria uma guerra de centenas de dias. Imagina, então, se três deles se unissem para enfrentar outros três?

Foi por isso que o golpe A Exclamação de Athena foi banido pela própria deusa, mas quando Saga (de Gêmeos), Camus  (de Aquário) e Shura (de Capricórnio) retornam dos mortos como espectros de Hades, eles não hesitam em usá-la.

exclamacao_athena_1

Eles só não contavam que Aioria (de Leão), Milo (de Escorpião) e Mu (de Aries) também estavam dispostos a aplicar o mesmo golpe para impedir o trio de ex-cavaleiros a matar Athena.

exclamacao_athena_2

Quando A Saga de Hades foi finalmente adaptada para anime, os Cavaleiros do Zodíaco há muito já não eram a sensação de outrora, mas essa primeira parte, o capítulo do santuário, traz de volta um pouco do que fazia a série legal e o jogo consegue transparecer isso.

O último queimar de cosmo de ouro

Mais uma vez os cavaleiros de ouro protagonizam um momento marcante na Saga de Hades. Nesse caso, um bem especial. Afinal, é a primeira vez que todos os 12 cavaleiros se reúnem em um mesmo lugar.

Pena que foi por um curtíssimo tempos, afinal eles tiveram que sacrificar as próprias vidas para poder queimar os seus cosmos o suficiente para emitir uma luz como a do sol. Só assim para eles quebrarem o Muro das Lamentações que ligava para o Elysion, onde Athena e Hades estavam.

Foi uma despedida digna para os mais poderosos cavaleiros do zodíaco.

Seiya vs Shiryu

O grande embate entre o cavaleiro de Pégaso e de Dragão, que acontece nos primeiros episódios do anime, não está oficialmente em Alma dos Soldados. No entanto, é possível emular a luta no modo de torneio do jogo, onde um deles é justamente a Guerra Galáctica, que decidiria quem iria ficar com a armadura de ouro de Sagitário. O modo contem até mesmo o cenário do torneio, com direito ao mesmo narrador do anime.

Mesmo o jogo resumindo em poucos segundo o que no anime durou alguns bons episódios, esse é um momento emblemático, pois ressalta a relação e a amizade que Seiya e Shiryu passariam a ter a partir daquele momento.

_________________________________________________________________________________

Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados está disponível para PS3 e PS4 e uma versão para Steam deverá ser lançada ainda esse ano. A cópia do jogo para o post foi cedida pela Bandai Namco.