Vários fãs de criptografia que estiveram em Miami, Flórida, no último fim de semana para a maior conferência de bitcoin da história, agora estão dizendo que testaram positivo para Covid-19.

Larry Cermak, diretor de pesquisa da agência de notícias de criptomoeda Block, disse no Twitter na quinta-feira (10) que, embora não tenha testado pessoalmente positivo, “todos” estiveram com ele durante a conferência Bitcoin 2021 de três dias, testaram positivo.

Vários screenshots mostraram outros participantes anunciando que, desde então, testaram positivo positivo para o vírus. “Parece que estou entrando para a lista secreta do BTC Miami”, disse Luke Martin, podcaster especializado na criptomoeda em um tweet agora excluído. O printscreen foi divulgado por Cryptowhale, pseudônimo de um importante analista financeiro de criptomoeda.

Não é de se admirar que a conferência esteja sendo vista como um evento disseminador do vírus, já que: primeiro, não havia mandato de uso obrigatório de máscara ou comprovante de exigência de vacinação para participar; segundo, cerca de 12 mil pessoas se reuniram no centro de convenções; e terceiro, a Flórida é um dos cinco estados que nunca implementaram uma exigência de máscara facial em todo o território durante a pandemia e foi um dos primeiros a jogar as restrições Covid-19 pela janela. 

Embora parte do evento tenha sido realizado do lado de fora, os participantes ainda lotaram os auditórios, festas particulares e outros eventos de networking sem nenhuma máscara à vista, relata a Bloomberg.

“As vacinas estão disponíveis gratuitamente há meses nos Estados Unidos, de forma que qualquer um que quisesse ser vacinado poderia fazê-lo na época do evento”, disse o organizador do Bitcoin 2021, BTC Media, em um comunicado à Bloomberg. “Fornecemos a todos os participantes as recomendações atuais do CDC e do Estado da Flórida e expressamos ao nosso público que aqueles que apresentavam alto risco ou não foram vacinados deveriam considerar esperar até o próximo ano.”

Assine a newsletter do Gizmodo

A BTC Media não respondeu às perguntas do Gizmodo sobre quais precauções de saúde – se eles de fato existiram – estavam em vigor no último fim de semana.