Agora que todos os grandes smartphones de 2019 já foram lançados, está na hora de olharmos no que deve vir em 2020. Se estes vazamentos são uma indicação, o Galaxy S11 deve receber um baita upgrade de bateria.

Segundo o Ice Universe, que costuma obter vazamentos sobre a Samsung, a próxima leva de smartphones pode ter baterias significativamente maiores, mesmo nos modelos menores. O suposto Galaxy S11e, por exemplo, pode vir com bateria de 4.000 mAh. Comparado com os 3.100 mAh do S10e, isso representa um aumento de quase 30% na capacidade de bateria.

Vazamento mostra tamanho de bateria das diferentes versões do Galaxy S11

Quanto às versões maiores do Galaxy S11, o Ice Universe diz que a bateria do S11+ pode ser de 5.000 mAh, o que seria um grande avanço comparado com os 4.100 mAh do S10+ atual.

Mas mais importante do que o tamanho das baterias do S11 é o que a Samsung poderia fazer com esta capacidade adicional. Embora outros telefones como o OnePlus 7 Pro, Pixel 4 e outros tenham telas de 90Hz, nenhum aparelho da Samsung lançado neste ano tinha displays com alta taxa de atualização, apesar de a companhia ser fabricante de telas presentes em vários competidores.

Se o S11 usar uma tela de alta taxa de atualização, a probabilidade de usar uma de 120 Hz é maior que uma de 90 Hz, mas não vou falar mais sobre isso até que um mensagem mais precisa sobre o assunto apareça.

Então, graças a essas baterias maiores, parece que a Samsung está preparando a inclusão de alguma taxa mais alta de atualização em 2020. E o que pode ser mais animador, segundo o Ice Universe, é que a Samsung pode aumentar ainda os padrões, já pulando direto para uma tela de 120 Hz em vez de 90 Hz.

Isso colocaria o S11 em pé de igualdade com as telas Pro Motion que a Apple utliza na linha iPad Pro, embora a tecnologia da Apple use painéis LCD em vez de telas OLED que a Samsung deve com certeza usar no Galaxy S11.

Um outro uso importante para a energia extra do Galaxy S11 tem relação com o 5G. Comparado com o 4G, a tecnologia 5G suga muito mais energia, o que significa que as fabricantes precisarão levar isso em conta em dispositivos compatíveis. No momento, o Galaxy S10+ 5G tem uma bateria de 4.500 mAh, então ir para 5.000 mAh parece uma boa medida para prevenir uma baixa autonomia em sua próxima geração de dispositivos.

Considerando a decepção da bateria medíocre do Pixel 4, é bacana ver a Samsung indo além e aumentando a capacidade do Galaxy S11.

No entanto, como o Galaxy S11 não deve ser lançado tão cedo, um monte de especificações deve estar sendo considerada pela marca. O Ice Universe não quer dar mais detalhes sobre outras informações que ele obteve.

Quem falou um pouco mais sobre isso foi outro famoso responsável por vazamentos: Evan Blass, o @evleaks do Twitter. Segundo Blass, o S11 terá três tamanhos de tela: 6,2″ a 6,4″, 6,5″ e 6,7″. Todas as telas terão bordas curvas, deixando de lado o design adotado atualmente pelo S10.

Além disso, os dois modelos menores terão versões 4G e 5G. Já o maior terá uma única versão já com suporte à conexão mais recente.

Blass também diz que o S11 deve ser lançado na segunda quinzena de fevereiro.