Se tirarmos o iPad Pro da corrida, os tablets – especialmente os que rodam Android – estão numa posição esquisita neste momento. Alguns fabricantes de hardware como o Google abandonaram por completo a categoria, enquanto outros continuam lançando dispositivos entediantes mas funcionais no que parece ser mais uma obrigação do que um desejo que fazer um produto realmente inovador. No entanto, se um vazamento recente se provar verdadeiro, o Galaxy Tab S7+ que a Samsung deve lançar no dia 5 de agosto pode quebrar essa monotonia. Ele pode ser o primeiro verdadeiro rival do iPad Pro.

Pouco antes do evento Galaxy Unpacked, a Samsung já deixou claro que planeja lançar 5 novos dispositivos, incluindo um tablet, como você pode ver na imagem do último teaser que a empresa publicou (acima). O tablet está logo atrás da silhueta de fones de ouvido e relógio. E com base em diversas reportagens, parece que a marca quer anunciar dois tablets: o Galaxy Tab S7 e o Galaxy Tab S7+.

De acordo com o Winfuture.de, que recentemente revelou um monte de informações sobre os novos tablets da Samsung, o Tab S7 padrão parece ser uma versão ligeiramente maior e mais rápida do Tab S6 do ano passado, com uma tela LCD de 11 polegadas, 6GB de RAM e processador Snapdragon 865+. Mas é com o Tab S7+ que as coisas ficam interessantes.

Imagem vazada do Tab S7Imagem vazada do Tab S7 via @Evleaks. Photo: Samsung/via @Evleaks

O Tab S7+ teria uma tela AMOLED de 12,4 polegadas com uma taxa de atualização de 120Hz, o que fará dele o maior tablet da Samsung, sem contar a monstruosidade que é Galaxy Tab View de 18 polegadas (se é que podemos chamar isso de tablet).

Esse tamanho faz do Tab S7+ um concorrente natural do iPad Pro de 12,9 polegadas, o que é super importante, porque embora as telas menores como as do Tab S6 ou Tab S7 sejam ótimas para assistir filmes ou para trabalhar em algo simples, a maioria das pessoas prefere telas ligeiramente maiores quando se trata de dispositivos híbridos projetados para servir tanto como um tablet quanto como um substituto de laptop.

A taxa de atualização de 120Hz seria outra novidade para um tablet da Samsung, e combinada com as cores vibrantes que podemos esperar dos painéis AMOLED da Samsung, o Tab S7+ deve oferecer uma experiência muito boa (ou talvez até melhor) do que a do iPad Pro, pelo menos em se tratando de telas.

Além disso, de acordo com o Winfuture.de, tanto o Tab S7 como a Tab S7+ virão com latência de entrada reduzida para apenas nove milissegundos, o que é semelhante ao que se obtém em um iPad Pro – algo que deve ser uma grande vantagem para os artistas digitais. Esse número afeta a velocidade com que você consegue visualizar desenhos feitos com uma stylus, por exemplo.

Falando em stylus, parece que a Samsung vai incluir a caneta de forma gratuita com o Tab S7 e S7+, ao contrário do iPad Pro que vende o acessório separadamente.

Ambas as versões do Galaxy Tab S7 também devem incluir baterias relativamente grandes (7.040 mAh e 10.090 mAh), juntamente com outras características premium como carregamento magnético sem fio para a caneta stylus, quatro alto-falantes e algum tipo de sistema de desbloqueio facial.

No entanto, uma das coisas mais fortes dos tablets da Apple é ter um sistema operacional mais capaz de acomodar melhor a mudança entre trabalho e diversão. O Android, por outro lado, ainda se sente bastante desajeitado quando se trata de produtividade, apesar de muitos dos pequenos ajustes feitos no sistema operacional por outros fabricantes de tablets.

Mas o que separa os tablets da Samsung de outros tablets Android é o DeX, que depois de começar a vida como uma base um pouco estranha para transformar seu smartphone em um PC, evoluiu para algo que torna o trabalho e o multitarefa em um tablet Android significativamente mais tolerável. E se a Samsung tiver alguma atualização significativa para a próxima versão do DeX, o Tab S7+ poderá finalmente ser o verdadeiro Android equivalente ao iPad Pro.

Estas devem ser as postas do Tab S7/S7+Estas devem ser as postas do Tab S7/S7+, que infelizmente não parece incluir uma entrada de fone de ouvido. Crédito: Samsung via Winfuture.de

Uma preocupação que tenho com os próximos tablets da Samsung é que, segundo o Winfuture.de, nem o Tab S7 nem o S7+ virão com uma entrada de fone de ouvido – tudo o que teremos será uma única porta USB-C. Para um dispositivo que parece ter sido projetado para ser um substituto de laptop, é um pouco desanimador ver uma conectividade tão limitada.

Nos celulares, a explicação típica é que incluir um conector de 3,5 mm ocupa muito espaço, mas quando se trata de tablets, essa linha de raciocínio não faz muito sentido. Você pode resolver a falta de portas com dongles, mas ainda assim parece ser um problema que poderia ter sido evitado.

Ainda assim, para os fãs do Android, o Tab S7+ é algo pelo qual muitas pessoas têm esperado enquanto a Apple e a Microsoft continuam a dar grandes passos na criação de dispositivos híbridos poderosos, mas também muito adaptáveis. E embora ainda existam variáveis desconhecidas, como preço e disponibilidade, é animador ver pelo menos um tablet Android tentar acompanhar o ritmo de iPad Pro e Surface Pro – especialmente numa época em que muitos outros fabricantes de tablets Android sequer parecem tentar.