Como é uma fábrica de placas-mãe por dentro? Você já pensou em como é feita a parte mais importante do PC que você tá usando aí? Não? Sim? Então hoje é o seu dia de sorte. E agradeça ao Henrique, do ZTOP: ele esteve dentro de uma da Gigabyte e nos conta, nos mínimos detalhes, como a coisa funciona.



A fábrica visitada pelo Henrique e mais uma galera da imprensa internacional é a de Nan-ping, Taiwan. É uma das duas que a empresa tem no país que, somadas às outras duas da China continental, fabricam as placas que abastecem o mundo inteiro.

Antes do tour, Tim Handley, diretor de marketing para placas-mãe da Gigabyte dá uma palestra onde explica algumas características bem bizarras, como a baixíssima taxa de suicídio em Taiwan (!?), e conta vantagem, claro — diz ele que a qualidade do que é produzido em Taiwan é melhor do que o que é feito na China continental e que ainda há muita demanda por placas-mãe para desktops, principalmente as de alto desempenho.

Dali em diante começa o passeio propriamente dito, que vai da fabricação da placa de circuitos, a base da placa-mãe, até o embalamento e início da distribuição logística, passando por diversas linhas de montagem que lembram Tempos Modernos e um punhado de inspeções. É uma leitura bem interessante e, com o sinal verde do pessoal da Gigabyte para fotos e vídeos, recheado de conteúdo multimídia produzido pelo Henrique. Sério, tem um zilhão de fotos e vídeos sensacionais.

Chega de enrolar aqui e vai lá no ZTOP ler, ver e assistir ao processo de fabricação de uma placa-mãe. É só clicar aí no link ao lado. [ZTOP]