Não é de hoje que a Sony vem tentando acertar no lançamento de serviços de assinaturas. Atualmente, a companhia conta com o Playstation Plus, para jogos online, e o Playstation Now, streaming com um grande catálogo de jogos.

Com o sucesso do Xbox Game Pass, da concorrente Microsoft, a Sony vem trabalhando ainda mais em um serviço de assinatura melhorado. Recentemente, ela anunciou um novo serviço que une o melhor dos mundos das duas assinaturas já existentes, que vai manter o nome de Playstation Plus.

A Sony anunciou recentemente que a nova assinatura estará disponível em junho, com os seguintes planos:

Essential

A primeira reúne todos os recursos que existem na PS Plus  atualmente, com games mensais para download gratuito, descontos, ofertas, acesso a partidas multiplayer online e armazenamento na nuvem. Oferece um catálogo com 400 jogos de PS4 e PS5. O plano tem uma assinatura mensal de R$ 34,90, assinatura trimestral de R$ 84,90 e assinatura anual de R$ 199,90.

Extra

Além das vantagens do plano anterior, no dia do lançamento oficial da PS Plus, a Sony planeja adicionar Death Stranding; God of War; Marvel’s Spider-Man; Marvel’s Spider-Man: Miles Morales; Mortal Kombat 11; e Returnal. A assinatura mensal deste plano “Extra” custa R$ 52,90, a trimestral R$ 139,90 e a assinatura anual R$ 339,90.

Premium

A assinatura Premium tem tudo o que as anteriores vão oferecer, com a adição de um catálogo de títulos de Playstation 1, Playstation 2 e PSP. O plano ainda permite que os usuários baixem jogos e possam testar por uma período que ainda não foi revelado. A assinatura mensal do plano Premium custará R$ 59,90, a assinatura trimestral R$ 159,90 e a anual R$ 389,90.

Assine a newsletter do Gizmodo

Os usuários que já possuem uma assinatura e não quiserem substituir por algum novo plano que será lançado em junho estarão automaticamente englobados dentro da assinatura Essential, e poderão continuar usufruindo de todos os benefícios que já têm acesso. Os assinantes do Playstation Now serão alocados no PS Plus Premium, e, inicialmente, não devem pagar mais pelo plano.