Estudantes, professores e pais de Nova Iorque não sabem o que fazer com essa bizarra questão que apareceu em um teste feito pelo estado. Vejamos se você se sai melhor. Apontem seus lápis! Antes de começarmos, todos estão familiarizados com a história do abacaxi e a lebre, certo?

Imagine a situação: você é um aluno da nona série, no final do Ensino Fundamental, no meio de uma prova padrão obrigatória (algo parecido com o ENADE dos EUA). Se você falhar, seu professor corre o risco de perder seu emprego. A pressão é grande. E então você vira a página para começar a prova e se depara com a pergunta que o Daily News descreve abaixo:

“Na história, aparentemente uma modificação da fábula do grego Esopo sobre a lebre e a tartaruga, um abacaxi falante desafia a lebre para uma corrida. Os outros animais apostam que o imóvel abacaxi vencerá — e desconfiam se ele está enganando-os.

Quando o abacaxi não se move, fica absolutamente parado e a lebre vence a corrida, os outros animais jantam o abacaxi.

Duas perguntas perplexas foram feitas aos estudantes: por que os animais comeram a fruta falante e qual dos concorrentes foi o mais esperto.”

O quê!? Ahn… eu diria que a lebre foi a mais esperta. CLARO. O abacaxi definitivamente foi tolo, porque, bom, ele foi comido vivo.

Como você responderia essa questão? E o mais importante, o que diabos se passa nos escritórios dos professores nova iorquinos responsáveis por essas provas? [NY Daily News via Laura Nahmias]