Quando você está viajando, o Wi-Fi do hotel pode ser a sua única fonte de conectividade, especialmente no exterior. E graças ao Hotel Wi-Fi Test, você pode evitar velocidades terríveis e dores de cabeça com a internet do quarto.

Com este site, você pesquisa por hotéis em uma cidade e descobre a velocidade média do Wi-Fi no local, e também se você precisa pagar por ele. Dá para organizar os resultados por velocidade média, ou por preços da diária – que são fornecidos pelo Hotels.com.



Se você já estiver no hotel, dê uma força ao site e rode um teste rápido de velocidade. Ele pede para usar a sua localização (você precisa conceder permissão no navegador) e depois oferece uma lista de hotéis nas proximidades, para você selecionar o seu. Ele então mede a velocidade do Wi-Fi e guarda os resultados.

Mas não daria para falsificar os números? Bem, o site explica: “para garantir que nossos resultados sejam justos e precisos, nós nunca os usamos em relatórios até eles que sejam verificados”. Isso é feito associando cada teste “à rede Wi-Fi do hotel à qual você está conectado”, verificando o local onde você está, e validando os resultados no servidor. Como? A empresa não diz.

hotel wifi test sao paulo

Esta semana, o Hotel Wi-Fi Test ganhou uma função curiosa: eles dizem estimar a velocidade do Wi-Fi em hotéis nos quais não foram realizados testes de velocidade. Quando o número é uma estimativa, o resultado é exibido em amarelo, com o aviso “não foi feito nenhum teste real”.

A estimativa leva em conta alguns fatores: em qual cidade/país está o hotel; a qual rede ele pertence (ou se ele é independente); entre outros. A empresa sugere que este é apenas um paliativo até que eles consigam obter mais resultados reais.

No Brasil, ainda há poucos testes reais, por isso a maioria dos resultados são estimativas. Nas principais capitais, só quatro hotéis foram avaliados no quesito Wi-Fi – dois no Rio, um em Belo Horizonte, um em Porto Alegre, e zero em São Paulo, Recife, Curitiba e Manaus.

hotel wifi test capa

Destinos internacionais, no entanto, têm mais dados: é o caso de Nova York, Londres, San Francisco e Paris, por exemplo. E com esses dados, o site pode fazer recomendações: prefira hotéis das redes Quality Inn e Novotel, que oferecem boas velocidades e acesso gratuito; Marriot, Hilton e Sheraton costumam cobrar, e oferecem velocidades médias inferiores.

O Hotel Wi-Fi Test foi lançado em outubro de 2013 e ainda está crescendo, por isso os números de velocidade talvez ainda não sejam totalmente confiáveis. Mas, caso o serviço se torne popular, ele pode ser de grande ajuda. Então use! [Hotel Wi-Fi Test via Mashable]