Nos últimos anos, os venezuelanos têm sofrido os impactos devastantes de uma economia em ruínas. Além disso, uma seca tem atingido a maior usina hidroelétrica do país, levando a blecautes diários. No início do mês, o país estabeleceu um fim de semana de três dias como parte de um plano de racionamento de energia. Agora, a situação ficou ainda pior, fazendo com que o presidente Nicolas Maduro reduzisse a semana de trabalho a dois dias.

>>> Dinamarca estabelece recorde por ter quase metade de energia elétrica gerada pelo vento
>>> Venezuela estabelece fim de semana com três dias para economizar energia elétrica

Todos os funcionários públicos, que representam um terço da força de trabalho do país, trabalharão apenas segunda e terça. Nos outros dias, devem ficar em casa. Não que indo ao trabalho eles fossem muito produtivos, pois alguns apagões duram até 12 horas.

“Mais efeitos negativos dos blecautes diários na Venezuela. Pessoas esperam horas em uma fila por leite para depois vê-lo estragar.”

Isso obviamente é péssimo para as pessoas que precisam de energia elétrica para executar seus trabalhos ou manter alimentos armazenados em uma geladeira. Houve protestos contra os apagões, que viraram quase que uma regra, com direito a lojas saqueadas e tumulto próximo à empresa estatal de energia. A má administração dos recursos energéticos é ainda mais dolorosa pelo fato de o país ter uma das maiores reservas de petróleo do mundo.

Os culpados pela crise energética? Você pode adivinhar: o El Niño. Uma seca devastadora combinou altas temperaturas e pouca chuva. Os níveis de água estão tão baixos na Hidrelétrica de Guri, responsável por prover energia elétrica para dois terços do país, que ela deverá ser desligada para não danificar as turbinas.

O governo argumenta que a crise energética não é de todo mal, pois isso significa que as pessoas têm dinheiro o suficiente para comprar eletrodomésticos (???!!!). Não se preocupe, pois o presidente Maduro tem uma mensagem especial para as mulheres da Venezuela que querem ajudar na economia de alguns volts: pare de usar secadores de cabelo. “Acho que uma mulher fica mais bonita quando ela passa os dedos entre os cabelos e os deixa secar naturalmente.”.

[Washington Post]

Foto do topo Fernando Llano/AP Photo