Veja só a destruição. Cidades litorâneas transformadas em pilhas de pedra. O Google viajou 44 mil quilômetros para explorar o lado japonês afetado pelo tsunami para arquivar digitalmente o imenso dano. Sugiro que você explore o local com um lenço na mão.

(Clique aqui para abrir o mapa)



O gigante das buscas cumpriu a promessa feita em julho de obter fotos atualizadas da região afetada. As fotos agora estão disponíveis no Google Maps como um site especial chamado “Build the Memory“, onde usuários podem comparar o antes e depois da devastação. As fotos atualizadas também incluem um detalhe sempre muito pedido no Google Maps — detalhes mostrando o mês e o ano em que a foto foi tirada. [Google Blog]