Em um bate-papo com Walt Mossberg, do AllthingsD, Andy Rubin, o VP de engenharia do Google mencionou que uma versão "empresarial" do Nexus One poderia ter um teclado físico e mais tempo de bateria – e que provavelmente teremos mais aparelhos do Google, incluindo um modelo mais baratinho.

A pergunta original era sobre a linhagem de celulares "Google", que seria diferente de smartphones "com Google", e mais ainda de porcarias em geral com Android. O Nexus One é o primeiro de uma série, ou "programa", como Rubin chama,  que incluiria novos aparelhos. Mesmo sem perguntarem especificamente, Rubin revelou a possibilidade de um novo modelo mais voltado para executivos (versão enterprise) que seria igual o Nexus, mas com um teclado físico e com bateria de mais longa duração; Mossberg rapidamente interrompeu e pediu uma confirmação mais detalhada, e Rubin foi vago, inclusive sobre uma versão mais econômica, que ele havia mencionado antes.

É claro que data de lançamento, preço, especificações e qualquer coisa concreta de um Nexus com teclado são desconhecidos (ou incertos), mas o que importa é isso: o Nexus One não estará sozinho na Google Store por muito tempo. A loja virtual de smartphones do Google por enquanto funciona em poucos países, mas tudo indica que terá uma grande variedade de celulares em breve. Sem qualquer previsão de estrear no Brasil, entretanto.